CineMaterna - sessão de cinema com os bebês

CineMaterna

Já pensou em curtir uma sessão de cinema com seu bebezinho de colo como acompanhante? Pois saiba que em São Paulo as mães não precisam deixar o lazer de lado apenas porque tem um pimpolho novo na vida. O CineMaterna organiza sessões especiais para quem tem um bebê de até 18 meses, seguidas de bate-papo em local próximo. Os filmes são para entretenimento dos adultos e as salas de cinema são cuidadas para acolher os bebês com conforto: o som é reduzido, há trocador na sala, o ar condicionado menos frio e o ambiente levemente iluminado.

As mães que já conferiram aprovaram a ideia, que nasceu da vontade de Irene Nagashima, mãe e cinéfila. Encorajada pelo grupo que mantinha na Internet, Irene reuniu mais de 10 mães com seus bebês - entre 20 dias e 4 meses de idade - para a primeira sessão de cinema, batizada de CineMaterna, em fevereiro de 2008. O programa foi um sucesso, e o encontro de mães e bebês virou uma atividade semanal. Meses depois, o grupo foi acolhido pela rede de cinemas, que reconhecendo o valor desta iniciativa, lançou em agosto do ano passado a estreia oficial da 1ª sessão amigável para bebês. Na época, foi fundada a Associação CineMaterna. Até hoje, cerca de 70 filmes já foram assistidos por mais de 3 mil mães.

“Quando a CineMaterna começou, Augusto já tinha quase um ano! Achei que seria impossível, mas inesperadamente ele amou a experiência, aplaudiu, cantou junto, mamou e dormiu”, conta Cristina Cavalcanti. Segundo ela, a experiência foi maravilhosa. Ela que é simplesmente viciada em cinema, estava totalmente afastada desde que o filho nasceu. “E o café depois é outro momento muito especial. Para mim, que troco com essas mães, e para ele, que brinca com os outros bebês”. Cristina estreou na CineMaterna quando o bebê tinha 11 meses.

“Valentina dormiu praticamente o tempo todo e deixou a gente ver o filme. Foi realmente legal ter uma tarde de cinema com o maridão de novo! Já estamos nos programando para a próxima!”, revela Rebeca Masagão, mãe de Valentina, que estreou na CineMaterna com 6 meses. Para Liviam Bedushi, mãe de Nicole, a CineMaterna é um momento muito original, onde sente que a maternidade dá oportunidades de viver intensamente cada momento. “É muito bom chegar lá e encontrar outras mulheres com seus bebês, assistir um filme juntas e depois compartilhar impressões e experiências desta fase maravilhosa!”

CineMaterna

Não é preciso reserva especial para participar de uma sessão. Basta se atentar aos horários e filmes, muitas vezes escolhidos pelo público, através do site. Se o bebê for muito pequeno, a mãe pode usar um bebê-conforto e colocá-lo na poltrona ao lado. O fofo pode ser amamentado durante a sessão e até comer a papinha. É preciso apenas cuidado, já que a luminosidade é baixa.

E você não precisa ficar com medo, achando que seu bebê é muito pequeno para uma atividade como essa. “Em princípio um bebê saudável pode sair de casa desde as primeiras semanas de vida. Não tenha pressa, mas também não espere o bebê ‘fazer um ano’. Lembre-se que o bem estar do bebê caminha junto com o bem estar da família”, diz a pediatra Nina de Almeida.

E é esse talvez o maior ponto de impacto da CineMaterna. “Principalmente em cidades muito grandes, a rede sócio-familiar de mulheres que estão com bebês pequenos, fica muito reduzida. Muitas mulheres passam a sofrer de um isolamento social que não faz nada bem, nem para as mulheres e muito menos para os bebês”, avalia a médica. Se a mulher sabe que num determinado dia vai encontrar outras mães para se divertir, o bebê deixa de ser o motivo do isolamento e passa a ser o facilitador da construção de relações sociais.


As sessões acontecem nos horários de menor movimento nos cinemas, antes das 18h. Para descobrir as salas e horários, acesse www.cinematerna.org. Há planos de expansão da iniciativa para outras cidades. No Rio de Janeiro, a CineMaterna deve estrear em abril e, em Campinhas, em maio.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: filhos mães filmes