Cárie de mamadeira

Cárie de mamadeira

A higiene bucal começa mais cedo do que muita gente imagina. Antes mesmo de nascerem os primeiros dentinhos, os pais precisam visitar um odontopediatra para aprender a cuidar adequadamente da boca dos pequenos, evitando problemas para lá de chatinhos, como as cáries.

Segundo a odontopediatra Lúcia Coutinho, a primeira consulta deve acontecer por volta dos seis meses de vida, idade em que os primeiros dentinhos começam a nascer. "Nesta fase, os responsáveis receberão orientações preventivas sobre alimentação, higiene oral do bebê, indicações sobre flúor e o uso adequado de mamadeira e/ou chupeta".

Há mães que, antes de verem os dentinhos do bebê apontarem, passam uma toalhinha, fralda de tecido ou gaze molhada em água filtrada na gengiva do bebê após o aleitamento. Essa prática, segundo a Dra. Lúcia, é correta e tem a finalidade de retirar os resíduos de leite que ficam estagnados sobre as gengivas dos bebês. Outra função é a de fazer com que a criança se acostume com a manipulação da boca. Essa limpeza pode ser feita uma vez ao dia.

"Após o nascimento do primeiro dente, a higiene poderá ser feita com uma escova apropriada, que tenha a cabeça pequena, cerdas macias e extremidades arredondadas, molhada em água filtrada ou com uma pequena quantidade de creme dental indicado para bebês", explica. É importante lembrar que os dentes possuem três lados: externo, face interna e a superfície que mastiga. Portanto, a mãe deverá inclinar a escova em direção à gengiva, para que a placa bacteriana dessa região também seja removida".

Um tipo de problema muito comum em crianças é a cárie de mamadeira, chamada também de cárie precoce da infância. Ela acontece quando a mãe persiste em amamentar o filho com mais de um ano de idade no peito ou com as mamadeiras durante a madrugada, com grande frequência e sem qualquer tipo de higiene.

"Após a erupção dos primeiros dentes, que ocorre por volta dos seis meses de idade, o aleitamento e a amamentação noturna devem começar a ser controlados para que o desmame ocorra por volta dos 12 meses, época em que os incisivos já nasceram e a criança deverá iniciar a fase de mastigação", orienta a odontopediatra. Esta fase, ressalta a especialista, é muito importante para o crescimento e desenvolvimento da arcada dentária da criança, além de trabalhar a musculatura necessária para a fala.

Os primeiros sintomas da cárie de mamadeira são manchas esbranquiçadas nos incisivos superiores e inferiores. Caso o hábito de amamentação não seja removido, essa mesma cárie pode aumentar e muitas vezes comprometer a polpa dos dentes, destruindo sua coroa.

Entre os outros fatores que podem determinar o aparecimento da cárie de mamadeira são adoçar a chupeta com mel ou açúcar para que a criança acalme e adormeça e o consumo excessivo de sucos naturais e artificiais na mamadeira durante o dia todo. "Portanto a mamãe, orientada pelo odontopediatra, poderá fazer uso racional da mamadeira, associada a uma higiene correta que proporcione à criança uma alimentação com o prazer da sucção, aliada à perfeita saúde dental", afirma Dra Lúcia.


Para evitar esta doença, é de suma importância que a limpeza bucal comece com a erupção dos primeiros dentes (seis meses de vida), principalmente à noite, após a última mamada, que deverá ser feita com gaze ou fralda embebida em água filtrada ou outra solução a ser prescrita pelo odontopediatra. "Essa higienização deve durar até os 18 meses de idade e/ou quando a erupção dos primeiros dentes esteja completa. A partir desta fase, a limpeza deverá se iniciar através de escovas infantis com cerdas macias", finaliza a odontopodiatra.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: bebês amamentação dentes bebês