Banho do bebê - cuidado redobrado

Banho do bebê  cuidado redobrado

Foto: Brigitte Sporrer/cultura/Corbis

Você deve ter visto a imagem de uma criança com as costas arranhadas que está circulando na internet. A foto postada por uma usuária do Facebook no último domingo (17) causou comoção na rede e foi compartilhada mais de 90 mil vezes até hoje, quinta-feira (21), ganhando atenção da mídia e deixando as pessoas indignadas.

Com intuito de alertar outras mães que usam o produto, Suzany Medeiros, a mãe da criança, explicou em sua página que as marcas foram causadas após ele usar um sabonete da marca Pom Pom Fraldas que, supostamente, continha cacos de vidro. "Os fabricantes deveriam ter mais fiscalização, pois é um produto destinado a bebês e crianças. #revoltada", escreveu.

Logo após o episódio a assessoria da marca divulgou uma nota de posicionamento sobre o caso: "A Pom Pom informa que está tomando todas as providências para a verificação da ocorrência relatada pela consumidora sobre o sabonete da marca. A empresa já entrou em contato com a consumidora e está à disposição para dar a assistência necessária."

Mesmo sendo um fato isolado, o Vila Mulher sabe que com um bebê em casa os cuidados nunca são pouco, por isso selecionamos algumas dicas valiosas que, muitas vezes, na correria do dia a dia, não paramos para prestar tanta atenção.

Banhos em excesso - Segundo os especialistas um banho por dia é o recomendado, mas, nos dias de calor, pode-se dar um outro. Apesar do mais indicado ser o banho matinal, a não ser no inverno, ele pode ser dado em outros horários. Durante os dias mais frios, o melhor horário é perto do meio-dia, quando as temperaturas ficam um pouco mais elevadas.

Água do banho - Há mães que acreditam que a água utilizada para banhar o bebê deve ser filtrada ou fervida, até ele completar um ano, mas, não é bem assim. É importante ter a certeza de que a higiene da caixa d’água está sendo realizada corretamente, fora isso, o banho pode ser dado com água comum.

Sabonetes - Antes de qualquer coisa é importante lembrar que a pele do bebê bem mais sensível e fina do que a pele dos adultos, por isso, muito cuidado na hora de usar o sabonete. O uso do produto em demasia provoca esfoliação e remove a película protetora, sem falar que favorece a absorção de muitas substâncias, tóxicas ou não, através da pele do bebê.

Sabonete antibacteriano - A higiene é fundamental para evitar doenças e infecções, mas, em excesso, pode ser tão prejudicial quanto a falta dela. Segundo infectologistas e dermatologistas, o uso excessivo dos sabonetes antibacterianos pode matar as bactérias nocivas, mas também eliminam as bactérias neutras que ajudam no equilíbrio da colonização de bactérias do organismo. Ou seja, quanto mais você matar as bactérias menos protegido o seu bebê ficará.

Shampoos e condicionadores - Não é só a pele do bebê que é muita mais sensível do que a nossa, o couro cabeludo também. Por esse motivo, os produtos usados na hora do banho devem ter pH neutro e quase ou nenhum perfume para evitar irritações, alergias e, claro, ressecamento. No entanto, apesar dos produtos específicos para crianças estarem liberados, o ideal é usá-los apenas uma vez ao dia.

Por Paula Perdiz

Comente