Ampliação da licença-maternidade para mães de prematuros

Licençamaternidade para mães de prematuros

Na quarta-feira (17), as mães de bebês prematuros puderam respirar aliviadas. Seguiu agora para a Câmara dos Deputados o projeto de lei que amplia a licença-maternidade de mulheres, cujos bebês nasceram prematuros e não têm condições de deixar o hospital.

De acordo com a ex-senadora Marisa Serrano, autora do projeto, além dos 120 dias assegurados pela Constituição Federal, as mães poderão permanecer afastadas do trabalho para fazer o acompanhamento hospitalar do recém-nascido pelo tempo que for necessário.

O senador Paulo Paim (PT-RS), defendeu em seu relatório que um ser humano nascido prematuramente tem direito, primeiro, à própria sobrevivência e neste período de fragilidade, a presença da mãe não é só um direito da criança, como também um dever do estado no interesse de toda a sociedade.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente