Amamentar transforma crianças em adultos mais inteligentes

Além de ser a alimentação mais completa do bebê, contribui muito para desenvolvimento cerebral
amamentação inteligência

foto: Shutterstock

Já é sabido que a amamentação traz uma série de benefícios para a saúde do bebê, mas mais que isso, recentemente pesquisadores brasileiros descobriram que o leite materno também pode contribuir muito para que no futuro essas crianças se tornem adultos ainda mais inteligentes.


Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, observou-se que, quanto maior o período de amamentação ao qual a criança é submetida, maior é seu resultado em testes de Q.I. Apesar de que isso envolve muitos fatores externos, como nível de escolaridade e renda familiar, por exemplo, esses fatores foram isolados pelos estudiosos.

Durante a pesquisa (iniciada em 1982 para acompanhar o desenvolvimento dos pesquisados), a maioria das crianças foi amamentada, algumas por menos de um mês e outras por mais de um ano. Essas últimas  tiveram níveis mais altos de inteligência quando adultas. E não só isso. Os pesquisadores observaram que esses indivíduos eram mais propensos a completar um nível maior de escolaridade e a ganhar salários maiores.

Segundo os cientistas, os efeitos do leite materno sobre a inteligência das crianças estariam relacionados ao alto número de ácidos graxos saturados presentes no líquido, uma substância fundamental no desenvolvimento do cérebro. A conclusão só reforça a importância do aleitamento materno durante, pelo menos, os primeiros seis meses de vida!

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: amamentação leite materno