Você ganha mais do que ele. E daí?

Mulheres que ganham mais que os homens

A primeira-dama mais famosa do mundo, Michelle Obama, ganhava mais que o marido no último emprego dela, como vice-presidente dos hospitais da Universidade de Chicago. Ele, claro, ainda não era o presidente dos EUA, mas o casal já fazia parte de uma estatística mundial. Números (e contas bancárias) provam que as mulheres conquistaram o espaço no mercado e, mesmo que engatinhando, já embolsam melhores salários.

Mas e quando, dentro de casa, você ganha mais que o marido? Michelle e Obama não tiveram problemas com isso. Muitos homens enchem a boca para dizer que a independência feminina é uma beleza da modernidade. Mas quando, sob o mesmo teto, é ela quem tem grana, a cena muda de figura, gerando até separações. “Estou vivendo isso o meu relacionamento. No começo ele adorou, mas hoje fica se sentindo humilhado. Nosso casamento está acabando por tanta briga e desrespeito”, conta Maria Clara Nunes. Ela, que deveria estar satisfeita com o sucesso profissional, se diz desanimada e infeliz.

Nesse caso, a “inveja” do parceiro não pode minar a relação - e nem auto-estima da mulher. “Ao invés de brigar, estimule-o a correr atrás de um salário melhor também. Tente se controlar e não dar bola se ele provocar”, indica a analista de Recursos Humanos Marina Ramos. Segundo ela, essa situação em casa pode prejudicar o desempenho no trabalho e, aí sim, a coisa fica feia.

Flavia Machado lamenta o término do último namoro, que durou quase cinco anos. Ela ganhava mais que o amado - e ele não agüentou. “Dizia que eu o achava interesseiro, e que achava que ele queria apenas meu dinheiro. Eu só queria que tivesse dado certo”.

José Luis Fonseca não acha que isso seja motivo para terminar um relacionamento. “Minha esposa já ganhou mais que eu e isso apenas me motivou a procurar algo melhor, fiquei super feliz por ela”, conta. Para ele, o homem que se sente inferiorizado por esse motivo é infantil e imaturo. “Se o marido é inseguro, o problema é dele”.

Mas na verdade, muitas mulheres acabam jogando na cara do homem a situação - e aí a coisa complica. “Mulheres que ganham mais que os homens tendem a ser mais arrogantes. O homem precisa mesmo ser maduro para saber lidar com essa situação”, avalia Marina.

Você não precisa escolher sozinha a marca do novo ar-condicionado ou o programa do final de semana apenas porque ganha mais do que ele. Saber entender a situação econômica do amado é importante para uma relação saudável. Colaborar - e não competir - é a regra agora que os tempos modernos chegaram de vez.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente