Viver bem sem estressar financeiramente deve ser sua meta

Viver bem sem estressar financeiramente deve ser s

Calma, respire fundo e abra a guarda para entender que é viável viver melhor, com menos estresse quanto às finanças sem que para isso você tenha que se tornar, obrigatoriamente, um milionário ou milionária! Até porque há muita gente que desfruta de abundância financeira e está passando momentos de estresse - veja o caso do Banco Panamericano.

Viver bem significa ter qualidade de vida. Qualidade de vida significa saúde física e mental, equilíbrio emocional para se relacionar bem com pessoas e instituições. Quando falo de instituições, refiro-me àquelas bancárias, financeiras também - não só religiosas, administrativas e culturais. É muito bom quando a vida flui bem, os serviços que nos são prestados funcionam corretamente, o atendimento ao cliente se traduz de forma adequada a nós e sentimos tranquilidade e paz. Qualidade de vida também é a boa relação com pessoas, quer se trate de familiares, de colegas de trabalho e de todos que circulam na sociedade e interagem conosco. Isso, embora pareça complicado, é algo alcançável. Mas não se trata de um troféu que, depois de conquistado, decora a estante de casa; pelo contrário, após essa conquista é preciso cuidar, investir atenção, zelar pela condição alcançada.

Viver bem financeiramente implica produzir recursos capazes de fazer frente a despesas e ainda possibilitar um planejamento futuro de investimentos para realizarmos sonhos, alcançarmos metas. Costumo dizer que estar com qualidade de vida financeira implica trazer os sonhos ao modelo racional, criar um planejamento estratégico para assim conseguir realizar uma grande emoção, que é a materialização do sonho. Um exemplo disso é quando os pais poupam um pouquinho todos os meses para o futuro do filho, que, ao entrar na universidade pode ter recursos para começar um negócio próprio, para bancar os custos da faculdade ou tirar um ano para viajar, fazer intercâmbios. Realizar sonhos de forma que a emoção da conquista venha como resultado de um pensamento racional somado a um bom planejamento de longo prazo.

No caso que narrei, o estresse de conseguir o montante para realizar o sonho não existe: foi planejado ao longo do tempo, tornado uma disciplina de longo prazo que culminou com a realização e satisfação. É também o caso de quem reduz custos e despesas para enquadrar esses valores no salário recebido mensalmente, e ainda guardar um pouco que seja (mesmo 1% do salário já é uma pequena poupança) de modo a ter um volume considerável no futuro para a realização dos sonhos. Pergunto: o que estressa mais: guardar dinheiro todo mês e reduzir custos ou ter que se desdobrar para honrar as contas em dia porque há parcelas de financiamento que precisam ser pagas pontualmente de modo a não gerar multa e juros?

Mesmo quem hoje está com dívidas em aberto, atrasadas, pode e deve começar a pensar em como negociá-las e assim fazer com que fiquem menos pesadas no orçamento. Não vale negociar para sobrar dinheiro e fazer mais compras inconscientes. Essas negociações - comuns no mercado financeiro principalmente para empresas - devem servir de base para que você assuma as rédeas de sua vida financeira. Quando somos líderes de nossos processos, ficamos mais confiantes e menos preocupados com os rumos do dinheiro. Afinal, fomos nós que negociamos e estabelecemos os padrões.

A partir do momento que você se coloca no controle de suas finanças, consciente dos custos, dos valores investidos, dos montantes de dívida e de outras questões envolvendo dinheiro, fica mais fácil organizar e entender o valor deste na sua vida. Ele deixará de ser um foco de preocupação para se tornar algo que traz prazer em acompanhar e dar atenção adequada.


Lembro que ficar estressado leva a problemas físicos e emocionais graves, principalmente quando o processo de estresse se torna crônico. O detalhe é que quando isso ocorre não há dinheiro capaz de devolver horas de sono, tranquilidade, resistência física e emocional, autoestima e outros valores que não podem ser comprados; como é sabido, a saúde não tem preço, seja física ou mental. Por esse valor que representa, invista em qualidade de vida financeira com planejamento para assim você alcançar sobretudo paz, elemento fundamental para uma vida feliz.

Suyen Miranda é publicitária e consultora de finanças pessoais, atuando no Brasil, Mercosul, Portugal e Angola. Já foi consumidora compulsiva voraz e tornou-se poupadora e empreendedora, e acredita que toda mulher pode e deve ser autônoma e independente financeiramente. suyen@suyenmiranda.com.br

Comente