Vender doces pela janela: negócio açucarado e divertido

Vender doces pela janela negócio açucarado e diver

Foto reprodução Facebook "A Janela da Namoradeira"

Você gosta de doces? E de dinheiro? Que tal juntar as duas coisas e ainda se divertir com diversas receitas deliciosas na cozinha? O seu negócio próprio nem sempre está dentro dos escritórios e o ramo alimentício pode estar esperando pelos quitutes!

"Um grande exemplo de que isso pode dar certo é a interiorana de São Paulo Iara Battoni, de 27 anos. Apesar de ser formada em Arte e ter trabalhado com diversas coisas - desde figurinista até assistente de espetáculos de dança -, ela viu nos doces uma fonte próspera."

"Durante a faculdade, tive a oportunidade de trabalhar com doces cenográficos e foi nesse momento que senti vontade de aliar todo meu conhecimento adquirido desde a infância ajudando minha mãe com chocolates", relata. A moça decidiu vender doces pela janela de seu quarto, dando nome à ideia de "A Janela da Namoradeira", um negócio açucarado e (muito!) lucrativo.

A ideia surgiu enquanto Iara reformava seu quarto durante o Festival de Inverno que acontece próximo a sua casa. "Numa noite, observando o movimento, percebi o alto consumo de doces por causa do frio. Foi daí que pensei em vender chocolate quente pela janela do meu antigo quarto. A janela era o que eu tinha e resolvi usá-la!", explica.

Ela não perdeu tempo e, já no dia seguinte, começou a fazer os rascunhos, comprar os materiais e dois dias depois "A Janela" já funcionava. "O mais engraçado é que, de início não havia pensado o quão diferente era vender doces por uma janela toda decorada", conta a empreendedora.

Vender doces pela janela negócio açucarado e diver

Foto reprodução Facebook "A Janela da Namoradeira"

Você também pode!

A inovação muitas vezes parte do improviso. Inspire-se na história de Iara e aposte em algo criativo e inovador. Parece difícil, mas um detalhe que para você é bobo pode fazer toda a diferença!

"Eu acredito que se pode fazer muita coisa com pouco. Basta acreditar e ter muita dedicação! O passo mais difícil é agir. Ideias vão e vêm, mas acreditar em uma delas e agarrá-la com coragem é o primeiro passo. Junte toda sua sabedoria e experiência de vida, pois tudo o que você viveu até hoje é válido para inovar", incentiva a jovem.

Até mesmo algo que você tenha aprendido com a sua avó (como aquela receitinha fantástica) pode ser aproveitado no quesito "vintage". Não existem mesmo limites na criação. Nem no empreendimento de Iara Battoni, que deseja transformar "A Janela da Namoradeira" em franquia!"

Que tal pensar em algo novo ou renovar uma ideia antiga e ganhar dinheiro com isso? Lembre-se sempre que as pessoas podem não precisar comprar uma bijuteria ou lembrancinha, mas sempre terão fome - principalmente de doces!

Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente