Vai casar? Saiba como economizar na festa de casamento

Casamento  a economia está nos detalhes

O casamento é a realização de um sonho para qualquer mulher. Porém, nem sempre é possível transformá-lo em realidade devido a questões financeiras ou orçamento apertado do casal. Por isso, planejar os detalhes do casório antecipadamente é essencial para não passar pelo pesadelo das dívidas.

Pesquisar preços é fundamental. Comparando os valores de serviços das empresas os pombinhos não se prejudicam financeiramente, como explica o terapeuta financeiro Reinaldo Domingos, presidente da DSOP de Educação Financeira: "Pesquisar preços, sem dúvidas, é importante. Mas é necessário saber se o que se compra é necessário para o casamento. Muitas vezes os noivos exageram escolhendo o que nem é importante".

Sendo assim, fazer uma lista do que é imprescindível é o primeiro passo. "Às vezes, muitos desses itens podem compor a lista de presentes", afirma Domingos. "De uma loja para outra são muito grandes as variações de preços. Pesquise também em sites. Nesta hora qualquer desconto é bem relevante e terá reflexo nas contas finais", complementa.

Ao contratar as empresas antecipadamente, os noivos conseguem obter desconto. "Fazendo as contratações com antecedência, a probabilidade de angariar bons descontos é grande", diz Reinaldo. "Porém, para contratar estes serviços pesquise sobre a empresa. Já ocorreram casos em que os noivos contrataram serviços e quando foram realizar o casamento a empresa já não existia ou fechou as portas", alerta ele.

O terapeuta financeiro ressalta que os noivos devem procurar informações sobre a empresa no PROCON, através do CNPJ da mesma. Assim, poderá verificar se existem muitas reclamações ou se a empresa está de acordo com a lei. "Procure também prestadoras de serviços por meio de indicações de amigos e parentes que já fizeram uso deles", sugere.

Juntar o dinheiro durante alguns meses antes do casório para quitar as empresas à vista também é uma boa alternativa, pois se obtém um desconto maior. E nunca deixe de lado a importância da comparação de valores. "A pesquisa é o grande segredo da economia, mas nem tudo que é barato pode ser considerado bom. Observe o custo-benefício da contratação a ser feita. Em casos de preço muito abaixo do mercado é preciso desconfiar", afirma.

A organizadora de eventos Flávia Gurgel ressalta: "Fazer a contratação de maneira antecipada tem-se a vantagem de conseguir diluir o valor em várias parcelas, já que a maioria pede um sinal e o resto divide até a data do casamento", diz ela. "Chorar por um desconto é uma boa saída para driblar os preços elevados", indica.

Flávia ainda reforça que os noivos que pretendem economizar expressivamente, devem contratar várias empresas de forma individual e nunca optar por pacotes fechados. "O casal pode contratar uma assessora ou uma empresa organizadora para que possa controlar e organizar tudo isso", afirma ela.

Já em relação às flores que irão decorar o espaço, a organizadora ressalta que as flores da estação são as mais baratas. E ainda a ressalta que escolher horários alternativos ajudam a reduzir o preço do buffet. "Se você pretende casar às 15h, por exemplo, poderá servir só uma opção de massa às 18h, já que presumimos que os convidados venham almoçados".

De acordo com Reinaldo Domingos, dias como segunda, terça e quarta-feira são os menos concorridos e, por isso, trazem preços em conta. "Apesar desse fator, é preciso pensar na disponibilidade dos convidados. Ninguém deseja que os convidados não compareçam por causa da data escolhida para a realização da cerimônia, não é verdade?", questiona ele.

Embora os meses de maio e setembro sejam os mais concorridos (tanto salões de festas, igrejas e locações de roupas para casamentos), os outros meses permitem que o casal economize mais, como em agosto e principalmente janeiro. "A data deve ser planejada com antecedência de 18 a 36 meses para que o casal consiga espaços e preços melhores", destaca Domingos.


Outra sugestão do terapeuta financeiro é sobre as bebidas alcoólicas. Segundo ele, as empresas de buffet não fornecem. Caso seja necessária a compra, o casal deve buscar em adegas ou lojas especializadas. "Compre apenas o necessário, mesmo que falte esta ou aquela bebida. Entenda que o objetivo é curtir um casamento com muita lucidez e sobriedade", finaliza Reinaldo Domingos.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente