Site calcula custo de vida em várias cidades do mundo

Aplicativo recolhe preços de várias cidades e mostra as mais caras
custo-vida-cidades

Foto - Reprodução/abroadable

Quem gosta de viajar já deve ter se assustado com alguns preços. Em Londres, por exemplo, você gastar cerca de 10 libras para comer em uma hamburgueria badalada. Em São Paulo, esse preço está em torno de R$ 60 reais. Isso significa que Londres é mais cara que São Paulo? Não necessariamente. Tudo depende do custo de vida em relação ao salário.

Para responder a essas questões e definir quais são as cidades mais caras do mundo, o engenheiro Geraldo Robledillo criou uma plataforma colaborativa que coleta preços de várias cidades do mundo, o Expatistan. A partir destes dados, o site calcula o custo de vida da cidade. Ele leva em conta alimentação, moradia, roupas, transporte, saúde e diversão. O Expatistan ainda compara o custo entre cidades, legal para quem está traçando roteiros de viagens. 

E se você acha os preços do Brasil abusivos, saiba que as nossas cidades não estão nem entre as 20 mais caras do mundo. Rio de Janeiro ficou em 108º e Fortaleza em 197º, à frente de cidades europeias. São Paulo ficou em 118º no ranking; um aluguel de um apartamento com 85 metros quadrados fica em torno de R$ 4 mil, enquanto em Zurique, na Suíça (a cidade mais cara da lista), o mesmo apê custa R$ 9 mil.

Veja as 10 cidades mais caras do mundo:

1 - Zurique (Suíça)

2 - Londres (Inglaterra)

3 - Oslo (Noruega)

4 - Genebra (Suíça)

5 - Hong Kong (Hong Kong)

6 - Cingapura (Cingapura)

7 - Nova York (Estados Unidos)

8 - São Francisco (Estados Unidos)

9 - Perth (Austrália)

10 - Lausanne (Suíça)


Comente

Assuntos relacionados: viajar aplicativo