Atenção aos serviços bancários!

Atenção aos serviços bancários

Na correria do dia a dia, aquela passadinha no banco é sempre indispensável! Mas, seja para pagar uma conta, sacar um dinheirinho ou contratar algum serviço, essa pressa toda não pode prejudicar seus negócios. Por isso, atenção a algumas regras que todo cliente de serviços bancários deve seguir para proteger seu crédito e seu nome na praça! As orientações são do Procon.

Abertura de conta:

Muita calma nesta hora! Você deverá assinar um contrato que determina direitos e obrigações seus e do banco. Pesquise a avalie os produtos, serviços, tarifas e tudo o que a instituição te oferece. Leia atentamente o contrato, exija sua via e nunca deixe de conferir o extrato de sua conta.

Encerramento:

Não pense que basta sacar todo o dinheiro e avisar que está tudo acabado entre vocês! Se não houver mais interesse na movimentação da conta, ela deverá ser formalmente encerrada. Primeiro, confira se todos os débitos autorizados e cheques emitidos foram lançados. E, claro, mantenha saldo suficiente para o pagamento daquele pré-datado que você deu meses atrás! Não se esqueça que o banco também cobra juros e tarifas. Aí, é preciso devolver os talões de cheques mediante recibo de entrega. Após cancelar as autorizações de débitos automáticos, formalize por escrito o pedido de encerramento da conta corrente, solicitando um protocolo.

Cheque:

Bom, se quando você emitir uma folhinha de cheque não souber se há fundos, aqui pode ser o início de uma das maiores dores de cabeça bancárias de sua vida! Caso não haja dinheiro em sua conta, este cheque poderá ser devolvido e seu nome cai na lama!

Outra coisa: cuidado com fraudes. Emita cheques nominais e cruzados, sem utilizar a caneta dos outros (deixe uma na bolsa, sempre!). Procure não deixar espaços vazios na hora de preencher e anote no verso o que está pagando. Em caso de perda, furto, roubo ou extravio, comunique ao banco imediatamente e registre um boletim de ocorrência na delegacia.

Cheque especial:

É aquele com cara de benefício que pode te fazer afundar em dívidas impagáveis, amiga! O banco o coloca à sua disposição para possíveis saques até um determinado limite, mesmo quando sua conta corrente não tem fundos. Quer um bom conselho? Avalie beeeem a necessidade de manter uma conta limite de cheque especial, pois os juros cobrados são maiores que qualquer outra linha de empréstimos.

Cartão magnético:

Taí algo com que você deve ter sempre a preocupação de guardar com carinho. Não jogue dentro da bolsa ou empreste para ninguém e, muito menos, saia por aí divulgando sua senha. O cartão magnético disponibilizado pelo banco deve ser utilizado com cautela. Nunca aceite ajuda de ninguém para operá-lo em caixas eletrônicos: pode ser golpe!

Tarifas:

Bom, tarifa é o que não falta nos bancos. E como são salgadas! Pesquisá-las é fundamental antes de escolher o banco que abrirá sua conta, pois elas não são tabeladas (cada banco cobra o quanto quiser). As tarifas são cobradas para o fornecimento de produtos e serviços que você for utilizar individualmente ou por meio de "pacote/cesta" - um conjunto de produtos e serviços que você paga como uma espécie de mensalidade. Acompanhe o seu extrato mensal, questionando o banco em caso de dúvidas quanto às tarifas.

Agora, com prazer, tudo aquilo que você NÂO precisa pagar:

- Fornecimento de cartões com função débito e movimentação e segunda via para ambos (exceto nos pedidos de reposição por perda, roubo, danificação e outros motivos que não sejam de responsabilidade do banco).

- Até quatro saques por mês, em guichê de caixa, inclusive por meio de cheque ou de cheque avulso, ou em terminal de auto-atendimento.

- Até dois saques por mês, em guichê de caixa ou em terminal de autoatendimento.

- Até dois extratos contendo a movimentação do mês por meio de terminal de autoatendimento.


- Até dois extratos contendo a movimentação do mês.

- Consultas pela Internet.

- Realização de duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, por mês, em guichê de caixa, em terminal de autoatendimento e/ou pela internet.

- Até duas transferências para conta de depósitos de mesma titularidade.

Por Adriana Cocco

Comente