Atenção na hora de contratar o seguro do seu carro!

Atenção na hora de contratar o seguro do seu carro

Quem consegue juntar dinheiro para comprar e manter um carro sabe o quanto é necessário protegê-lo. Afinal, desde um pequeno arranhão a um grave acidente, roubo ou furto, hoje em dia tudo pode acontecer. E é por isso mesmo que o seguro de automóveis é, sem dúvida, um dos mais populares do país. Mas, como contratar um seguro normalmente exige uma fatia significativa do orçamento, vale a pena tomar alguns bons cuidados. Veja só!

"Recebemos mês a mês uma grande demanda de reclamações por parte de consumidores insatisfeitos com seu seguro de automóvel. A maior parte se queixa por não receber a cobertura prevista no contrato", diz Valéria Cunha, assistente de direção do Procon-SP. "Por isso, o ponto central na hora de fazer o seguro é ler o contrato detalhadamente e tirar todas as dúvidas com o corretor".

A cobertura básica oferecida na maioria das apólices inclui proteção por perda parcial ou total nos casos de colisão, furto ou roubo do veículo. Mas há muitos outros serviços que, segundo Valéria, devem ser ponderados pelo consumidor.

"Existem coberturas oferecidas, por exemplo, para proteção em caso de enchentes, para acessórios do veículo ou até para garantir a indenização a terceiros ou passageiros. Então, se você mora em áreas de risco de enchentes, por exemplo, analise bem pois este tipo pode ser indicado para o seu caso".

É claro que quanto mais ampla for a cobertura, maior o custo da apólice, que chega a variar até 20% do valor segurado, normalmente fixado com base no valor de mercado do veículo.

O prazo estabelecido para a liquidação do sinistro (que é a ocorrência do fato previsto no contrato) é de no máximo trinta dias contados a partir do cumprimento de todas as exigências contratuais feitas ao segurado (entrega da documentação). "E este é outro motivo de reclamação por parte de muitos consumidores: o desrespeito deste prazo por parte das seguradoras", diz Valéria Cunha.

Franquia e Perfil

Estes são outros pontos importantes: o valor da franquia e o perfil que deverá ser preenchido na hora da contratação.

"É muito importante que o cliente se certifique deste valor no contrato para analisar quando exatamente deverá acionar o seguro. Muitas vezes, o valor da franquia é maior que o do conserto do carro".

Quanto ao perfil do segurado, ela ressalta que o questionário deve ser respondido pelo próprio consumidor e não pelo corretor, como acontece muitas vezes. "É importante responder às questões com precisão, pois as informações servem para avaliar o risco que a seguradora correrá ao proteger o carro".

Como regra geral, o Procon cita quatro cuidados básicos antes de adquirir o seguro:

- Verifique se a corretora e seguradora possuem a devida autorização de funcionamento junto à Superintendência de Seguros Privados (Susep), que é o órgão fiscalizador das operações de seguro, previdência complementar aberta e capitalização.

- Pesquise e compare os valores dos prêmios de diversas seguradoras em várias corretoras, não deixando de avaliar os benefícios extras oferecidos.

- Leia atentamente a proposta e as condições gerais do contrato.

- Certifique-se de que a proposta contém os valores do prêmio, a importância segurada e a cobertura, assinando-a somente quando estiver preenchida.


E para você ficar craque no assunto, veja só o significado de alguns dos principais termos utilizados em seguros de automóveis:

Apólice - documento emitido pela seguradora que contém as cláusulas do contrato.

Bônus - desconto incidente sobre o prêmio a ser pago na renovação do seguro.

Franquia - quantia que o segurado terá de pagar em caso de perda parcial do veículo ou de acessórios segurados.

Prêmio - é a importância que o segurado para à seguradora para ter direito à indenização em caso de sinistro.

Por Adriana Cocco

Comente