Salário não acompanha aumento da inflação

Serviços como telefonia celular ou produtos como gasolina para ir e voltar do trabalho, por exemplo, a inflação registrada extrapola em muito aquela que regula os reajustes gerais de preços. Por esse motivo, a classe média brasileira consome e enfrenta uma inflação que supera os índices.

Para se ter uma ideia, a inflação medida pelo IPCA-IBGE de 1994 até o mês passado foi de 286,63%. No entanto, de acordo com dados da FGV (IGP-M ), a alta de preços registrada no mesmo período foi de 403,49%, bem acima.

A gasolina, por exemplo, custava cerca de R$ 0,50 o litro em julho de 1994 e hoje custa R$ 2,86, refletindo uma variação de 472%. Os aluguéis já superaram 630%, as despesas com comunicação aumentaram 700% e os reajustes do salário mínimo ultrapassaram a casa dos 741%. O problema é que os salários um pouco maiores não conseguem acompanhar esse crescimento.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: finanças salário classe média inflação