Quando o ritmo do trabalho diminui - o que fazer?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Quando não há o que fazer no trabalho

De repente, o ritmo de trabalho diminui consideravelmente. As horas em que você fica na empresa parecem não passar, pois há certa falta de ter o que fazer. Péssimo sinal. Mas o que o profissional deve fazer ao se deparar com essa situação?

Para o consultor Luiz Carlessi, a questão é que o funcionário seja importante para a empresa. Portanto, aqueles que inovam, interagem e sabem trabalhar em equipe estarão sempre em vantagem, pois irão apresentar alternativas com foco nas melhorias para a empresa.

Por esse motivo, a primeira medida é tentar ver uma solução junto ao gestor da empresa. Conversar com o chefe para propor idéias tende a ser uma atitude bastante benéfica. Ter iniciativa, propor idéias e ser pró-ativo só tem a contribuir, pois mostra o quão engajado e compromissado com a empresa este profissional está.


Cabe ao líder também incentivar e estimular a equipe a criar. Valorizar e ouvir as opiniões dos funcionários é um grande apoio para que todos cooperem. A comunicação deve ser bastante transparente também, de modo que o funcionário saiba o que está acontecendo e não seja pego de surpresa.

Por Lívany Salles

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: carreira tempo empresa trabalho crise