Qual investimento fazer com pouco dinheiro?

Investimento com pouco dinheiro

Foto: Tammy Hanratty/Corbis

Investimentos existem aos montes, mas a maioria é para grandes "players" do mercado financeiro e dependem de um montante razoável de dinheiro para começar. Mas, como toda regra tem suas exceções, vale a pena procurar investimentos com pouco dinheiro no bolso.

Maria Alejandra Madi, doutora em economia, conselheira do Conselho Regional de Economia - SP e vice-presidente da Ordem dos Economistas do Brasil, faz sua recomendação principal: "Atualmente, no Brasil, os depósitos de poupança continuam sendo o melhor investimento para quem consegue guardar até R$ 200 por mês".

A poupança é muito fácil de investir e não precisa que você esteja vinculada a uma conta corrente. Além disso, não há incidência de alíquota de imposto de renda sobre os rendimentos e existe a proteção aos poupadores caso surjam problemas de solvência no banco.

"É preciso tomar cuidado com a ‘data de aniversário’ da aplicação, tanto para realizar os depósitos quanto para realizar os saques, de forma a evitar perdas da remuneração", alerta a profissional. Isso é necessário porque a poupança rende mensalmente e esse período é "zerado" a partir do momento em que você deposita ou saca algum montante.

Como utilizar bem o rendimento?

É fundamental que você considere a poupança como parte do seu orçamento doméstico e não falhe com ele. "Os saldos acumulados na poupança podem ser utilizados para a aquisição de bens de consumo ou ainda para atividades de turismo e lazer, quando bem planejadas", indica a economista.


A compra de um automóvel também pode ser facilitada com o rendimento da caderneta, por meio de uma entrada maior que reduza o montante de parcelas mensais restantes. Madi ainda comenta exemplos para os primeiros meses do ano: "Podemos destacar o pagamento à vista de mensalidades escolares com desconto ou compras de supermercado em campanhas promocionais".

Seu baixo ganho mensal não é mais desculpa para não fazer o dinheiro render melhor. Agarre essa oportunidade já no começo do ano e pague as passagens das férias do próximo verão sem aperto!

Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: dinheiro poupança investimentos