Previdência privada: garanta o seu futuro!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Depois de trabalhar a vida toda é mais do que justo você usufruir da aposentadoria com um bom pé de meia. Mesmo quem contribui para o INSS também quer se garantir com um bom plano de Previdência Privada, afinal, é fato que a situação da Previdência Social está bastante delicada.

E parece que muita gente já está aderindo a esse modelo. No primeiro trimestre deste ano, o setor registrou recorde de capacitação. O crescimento é de 23% em relação a 2007.

Conforme Erasmo Vieira, palestrante e orientador de Finanças Pessoais, o plano é uma boa a alternativa para quem não tem disciplina de guardar dinheiro sozinho. A pessoa contrata um investimento que debita em sua conta corrente ou tem um boleto para pagar todos os meses.

“Mas não adianta se a pessoa sempre entra no cheque especial. Isso porque, os juros são mais altos do que o valor recebido nas aplicações em previdências”.

Os investidores podem escolher o valor da contribuição e por quanto tempo ela será feita. E deve ser feito conforme a necessidades de cada um, isso inclui escolher o prazo para o resgate do dinheiro, caso a pessoa desista do plano.

“Como se trata de um plano em longo prazo, as taxas de administração, carregamento ou rendimento variam muito, mesmo se a variação for pouca, entre 1% e 2%”, confirma Álvaro Modernell, mestre em Finanças e autor de livros para Educação Financeira.

Sendo assim é importante escolher empresas ou bancos sólidos no mercado. Nessa hora vale uma pesquisa na Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), com detalhes sobre a saúde financeira das empresas e sua a rentabilidade nos últimos anos.

Essas instituições também devem ser transparentes e ter um contato direto com os seus clientes. Isso significa disponibilizar de forma fácil a rentabilidade, extrato e outros dados do plano.

Nos próprios sites das empresas você analisa as várias taxas cobradas por cada uma, entre elas, taxa de carregamento, de gestão financeira e de saída. Você também faz a simulação de quando irá receber no futuro a partir da sua contribuição mensal e idade de aposentadoria. Lembrando que é possível escolher se a renda recebida será por um determinado período ou vitalícia.

Fonte - Superintendência de Seguros Privados - SUSEP

Por Juliana Lopes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente