Antecipar a compra do material escolar pode ser uma boa ideia!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Antecipar a compra do material escolar pode ser um

Tempo e planejamento. Essas são as palavras de ordem para quem pretende economizar um bom dinheiro na compra do material escolar das crianças. Por isso, se você ainda acha que o início do ano letivo está bem distante, acredite: já é hora de começar a pesquisar os preços, evitando os tumultos e as altas no período pré volta às aulas.

De acordo com a advogada Mariana Ferraz, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), uma boa pesquisa de preços deve englobar o maior número de estabelecimentos possíveis. "A internet pode ser um importante instrumento de pesquisa, pois permite a verificação de preços sem sair de casa. No entanto, é importante ter atenção no momento da compra para conferir as características dos produtos solicitadas na lista de compras". Lembre-se também de que a escola pode até sugerir, mas nunca exigir produtos de determinada marca ou local.

Outra boa dica de economia para o bolso, diz Mariana, é a possibilidade dos pais se unirem na hora de sair para comprar o material. "Compras no atacado podem oferecer preços mais vantajosos. Assim, é recomendado que os pais articulem-se e pesquisem os valores de grandes volumes".

E, claro, amiga, não compre itens que podem ser reaproveitados do material utilizado no ano anterior. Mas cuidado para não cair no bom e velho "barato que sai caro".

"O primeiro passo antes de ir às compras é verificar se o material que sobrou do ano passado pode ser reaproveitado. Estojo, tesoura e dicionário, por exemplo, normalmente duram longo tempo. Adotar essa conduta faz bem não só ao bolso, mas ao meio ambiente. É um exercício de consumo consciente e responsável em prol da sustentabilidade", orienta a advogada.

Ah, e tenha sempre em mente: o material mais sofisticado nem sempre é o que apresenta mais qualidade, mas em geral é o que custa mais caro! Aproveite para solicitar itens similares de outras marcas e analise o custo benefício.


Para finalizar o bom negócio, analise também a forma de pagamento. Muitas livrarias e papelarias oferecem diversas possibilidades que vão desde a compra à vista até o parcelamento via cartão de crédito.

"É importante que nas compras a prazo o consumidor observe a taxa de juros empregada. Sempre que possível recomenda-se a realização da compra à vista", ressalta Mariana Ferraz.

Além das sacolas cheias, não saia da loja sem a nota fiscal. Ela é fundamental em casos de troca de produtos com defeito!

Por Adriana Cocco

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente