Os cuidados com o Internet banking

Os cuidados com o Internet banking

A facilidade que o mundo virtual trouxe para o universo burocrático tem um ônus ainda difícil de pagar. Enquanto fazer aquela transferência ou pagamento de casa, com dois ou três cliques, pode significar uma comodidade incrível, a mesma ação pode trazer uma dor de cabeça terrível.

Para saber os cuidados a seguir, o Vila Sucesso foi perguntar para quem entende do assunto. O professor do curso de MBA de Gestão de Segurança da Informação da FIAP, Ricardo Giorgi, deu dicas que devem ser lembradas a cada clique. “Nunca entre no site de um banco a partir de um link recebido por e-mail”, alerta. Isso porque muitos hackers utilizam, a partir do chamado “fishing scam”, esse tipo de mensagem para invadir a máquina alheia e roubar dados valiosos.

Outra medida importante a tomar é verificar se a página é legítima. E não pense que é fácil descobrir se um site é fake. Isso porque os criminosos virtuais são craques em copiar as páginas e fazem com uma perfeição incrível. Procurar por erros de português e logomarcas antigas também pode ajudar. “Mas vale lembrar que página clonada é uma cópia fiel da página do banco. A pessoa mais desavisada coloca a agência, a conta bancária e a senha e o resultado é uma mensagem de erro. Quando a pessoa clica em OK, para retornar, o site fake direciona para o oficial. E, nesse meio tempo, toda informação importante já foi copiada”, detalha Ricardo. “A malandragem está hoje muito aperfeiçoada”. Se você tiver dúvidas ou qualquer tipo de desconfiança, faça um teste simples. “Digite informações inverídicas e veja o comportamento do site. Se ele aceitar, é falso”.

Outro cuidado necessário é com o cartão de crédito. Ricardo lembra que o número jamais deve ser digitado numa página que não contenha o https:// no endereço. “Esse ‘s’ significa que o ambiente é seguro e que os dados são criptografados e vão transitar de forma segura”, detalha. Próximo desse https deve existir ainda o desenho de um cadeado, dando mais indicações de idoneidade da página. “Se clicar nesse cadeado e abrir uma mini-janela com informações da certificação digital do banco, isso significa que o site é seguro”. Mas lembre-se que os sites clonados podem ter o mesmo desenho. A diferença é que será impossível abrir a tal mini-janela, já que o fake é apenas uma cópia (imagem) do real, sem os links.


Vale lembrar também que a sua segurança depende muito de você. Digitar informações confidenciais em computadores suspeitos, lan houses ou cyber cafés é, além de arriscado, uma enorme irresponsabilidade. “Os bancos gastam milhões para melhorar o controle e a segurança de seus serviços. É preciso que o usuário também seja cuidadoso e não se exponha”, opina Ricardo. Esse cuidado pode ajudar você na hora de cobrar do banco por alguma transação indevida com a sua conta. No caso de qualquer problema, a instituição financeira só vai ressarcir a pessoa lesada que teve os cuidados básicos necessários - como um bom anti-vírus, por exemplo, ou a proteção de senhas em computadores públicos. Agora que você sabe, cuidado. Preste atenção nos sinais. Não deixe roubar seus dados mais preciosos.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente