Olookmóvel: Kombi divulga loja virtual pelas ruas de São Paulo

Olookmóvel Kombi divulga loja virtual pelas ruas d

Foto: Divulgação

Comprar pela internet está se tornando cada vez mais comum entre os brasileiros. De acordo com dados da e-bit, empresa especializada em informações sobre comércio eletrônico, esse setor faturou 22,5 bilhões de reais em 2012, um aumento de 20% em comparação a 2011. Mais de 42,2 milhões de pessoas já fizeram pelo menos uma compra pela internet até hoje no Brasil.

Entre os segmentos que mais crescem estão Moda e Acessórios, Saúde, Beleza e Medicamentos e Casa e Decoração. Para este ano a expectativa da e-bit é alcançar um faturamento de R$ 25 bilhões e o número de adeptos poderá chegar a 50 milhões. E como todo mercado aquecido tem concorrência, o jeito é ser criativo para chamar a atenção do consumidor.

Foi o que fez a Olook. A loja virtual fast-fashion, especializada no público feminino, resolveu ampliar seus meios de divulgação. Adquiriu uma Kombi da década de 60, fez as devidas adaptações e diariamente circula pelas ruas de São Paulo apresentando parte de seus produtos que incluem roupas e acessórios da marca Olook.

O CEO da Olook, André Beisert, conta que a loja estava buscando uma forma de aproximar das clientes, considerando desde abrir uma loja flagship, quiosques em shopping ou uma container store. "Mas o carro foi a melhor maneira de conciliar o alto custo de uma loja física com a possibilidade de atingir muitas pessoas e não só os frequentadores de algum shopping ou bairro". A iniciativa tem feito sucesso. As pessoas abordadas pela Kombi acabam se cadastrando no site.

Mas, por que uma Kombi? "É um carro icônico, foi o primeiro fabricado no Brasil. É um carro muito charmoso e é impossível olhar para um desses carros e não sorrir. Ou seja, uma marca inovadora como a Olook, ao montar uma loja sobre rodas com iPads para as pessoas comprarem e uma televisão com vídeos, também precisava do carro perfeito, com personalidade, e não apenas um furgão qualquer", explica o CEO.

A loja investiu quase R$ 100 mil na iniciativa, considerando a compra do carro, restauração e montagem da loja. Fora este valor tem ainda o custo mensal com combustível e manutenção. A equipe da Olookmóvel é composta por motorista e consultoras de moda. Elas apresentam a marca e os produtos e falam sobre tendências. "As clientes podem provar e comprar as roupas na própria Kombi. Para os sapatos, bolsas e acessórios é mais fácil, temos banquinhos e espelhos que podem ser utilizados", comenta André.

Todos os meses a loja traz novidades a um preço 50-70% abaixo das marcas equivalentes. As coleções mais recentes podem ser conferidas na Kombi. Metade das vendas da Olook é de calçados. Em março foi iniciada a comercialização de roupas, que hoje representa quase 1/3 das vendas. "Nosso preço é muito competitivo, buscamos ter o melhor custo-benefício do mercado. Temos sapatilhas a partir de R$ 69,90 e lingerie abaixo de R$ 20, mas nosso preço médio de venda é de R$ 100 - R$ 140", diz o CEO.


A Kombi circula todos os dias em São Paulo, mas os planos são de enviar o carro para outras cidades. Pelo site da Olook é possível conhecer os roteiros e até conferir outras marcas. Outra meta da loja virtual é triplicar as vendas este ano em relação a 2012 e levar a marca para o mundo físico. "A Olook nasceu online, mas já vende para algumas lojas físicas e vai aumentar ainda mais esta participação", prevê André Beisert.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente