O que é básico para você?

Ao contrário do que muitos pensam, o segredo para uma vida mais rica não está em economizar muito, mas sim em gastar bem seu dinheiro.

Não se deve deixar de lado a fórmula básica para enriquecer: gastar menos do que você ganha e investir bem a diferença. Porém, se ao gastar menos você passa a ter uma vida medíocre, de nada valerá o esforço em acumular patrimônio.

É o equilíbrio entre o que você tem hoje e o que terá no futuro que mostram o quão rico você é. Por isso, uma vida rica envolve gastar o máximo que você pode hoje, sem comprometer essa capacidade de consumo no futuro. Parece simples, mas envolve comprar mais gastando menos, negociar bem e pagar menos juros hoje, sem esquecer de poupar recursos suficientes para uma aposentadoria próspera no futuro.

Você deve estar pensando “OK, falar é fácil. Difícil é viver com o pouco que ganho!”. Será mesmo? Muitos entram no vermelho porque não têm verba para comprar coisas de que precisam, e quando as compram o dinheiro evapora.

Lembre-se, porém, que tudo aquilo que você gasta depende de suas escolhas. Se gasta muito com a casa, é porque optou por uma maior do que poderia pagar. Se gasta muito com automóvel, é porque errou ao escolher uma moradia longe do trabalho (e não um trabalho longe de casa, pois não está fácil ter um bom emprego).

Moradia, saúde, transporte e alimentação são coisas básicas. Mas lazer, prazer e qualidade de vida também são. É seu dever garantir verbas para o que lhe traz mais felicidade, mesmo que isso signifique ter uma casa e um carro menores e roupas mais simples. Sua felicidade é uma medida de sua riqueza.

Gustavo Cerbasi é especialista em finanças dos negócios, planejamento familiar e economia doméstica. É sócio-diretor da Cerbasi & Associados Planejamento Financeiro e desenvolve treinamentos, palestras e consultorias para diversos públicos por todo o Brasil. É autor dos livros “Dinheiro - os segredos de quem tem”, “Casais inteligentes enriquecem juntos” e “Filhos inteligentes enriquecem sozinhos”

Comente