Mulheres são mais exigentes na busca de imóveis

casaimovel

Foto - Shuttestock

A velha história sobre quem tem a última palavra no ambiente familiar sempre provocou um impasse entre homens e mulheres. Porém quando o assunto é a compra ou locação de um imóvel, as mulheres pesquisam mais do que os homens.

Segundo dados de levantamento realizado pelo portal imobiliário VivaReal, são elas que formalizam maior número de contatos com imobiliárias e corretores nos classificados do site.

A pesquisa foi feita com uma amostra de 2,2 mil usuários que visitaram o portal em um período de 5 meses (novembro de 2013 a março de 2014). "Observamos que a mulher pesquisa mais, mas não somente na compra de imóvel. Este fator está ligado ao perfil delas como consumidoras", explica Rodrigo Iannuzzi, vice-presidente de marketing do VivaReal.

Segundo Lannuzzi, para comprar, a mulher normalmente carrega consigo fatores mais subjetivos e emocionais do que os homens. Isso as leva a prestar mais atenção a detalhes de acabamento do imóvel e até mesmo a serem mais abrangentes em relação às suas características, como valor, número de cômodos e metragem.

Enquanto isso, os homens já iniciam a busca de forma mais objetiva: possuem claro o tipo de imóvel, bairro preferencial e tamanho. Eles demonstram interesse e entram em contato apenas com os imóveis que realmente se enquadram em seu plano de compra.

"Vale lembrar que quando um casal está procurando um novo imóvel, muitas vezes a mulher é responsável por uma grande parte da pesquisa, com o homem participando somente em momentos pontuais", acrescenta Lannuzzi.

Segundo a pesquisa, as cidades em que as mulheres são mais engajadas nas buscas em relação aos homens são Fortaleza (enviam 44% mais contatos), Florianópolis (37%) e Salvador (36%).

Mas apesar de as mulheres serem a maioria nas buscas e também as mais criteriosas, os homens ainda aparecem como maioria entre os proprietários de imóveis: entre os pesquisados, 12% dos homens já tinham imóvel próprio, enquanto entre as mulheres apenas 9%.

"Isso acontece porque em muitos casos ainda é o homem quem toma a decisão final na compra de bens de alto valor", finaliza Lannuzzi.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: imóvel