Gordinhas deixam de ganhar 45 mil por ano, afirma pesquisa

preconceito-trabalho-peso

Foto - Shutterstock

Uma pesquisa feita pela Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, comprovou que mulheres gordinhas ainda sofrem preconceito no mercado de trabalho e que a maioria delas ganha salários menores do que deveriam, deixando de ganhar até R$ 45 mil por ano. 

Além do fato de estarem acima do peso, a discriminação pode acontecer também por serem mulheres, pois a pesquisa constatou que homens obesos não passam pelo mesmo problema.

Já as mulheres magérrimas estão do outro lado da moeda. Elas chegam a ganhar R$ 55 mil a mais do que as gordinhas, ocupando o mesmo cargo.


Comente

Assuntos relacionados: preconceito trabalho