Morador de rua pode abrir conta-poupança na Caixa

Moradores de rua poderão abrir conta-poupança na Caixa Econômica Federal. O direito de ter a conta aberta no banco sem a comprovação de residência foi concedido, em caráter liminar, pela Justiça de São Paulo.

Tudo começou quando um morador de rua abordou representantes do Ministério Público durante o 1º Mutirão da Cidadania, realizado no ano passado. Dono de uma "Conta Fácil Caixa", o cliente dizia que não conseguia depositar o dinheiro na poupança. Do outro lado, o banco alegava que o morador de rua não tinha residência fixa.

Em entrevista para a Agência Brasil, o juiz autor da decisão, Danilo Almasi Santos, acredita que a medida de não permitir a abertura de conta poupança contribui para "a manutenção dessas pessoas na pobreza e na marginalização, não permitindo a retomada da vida com o mínimo de dignidade".

De acordo com o Ministério Público, a exigência do comprovante é uma medida de segurança orientada pelo Banco Central para evitar o uso de contas para lavagem de dinheiro. Porém, no caso de contas-poupança, basta apresentar a identificação e que a movimentação seja de baixos valores.

Por Lívany Salles

Comente