Mais famílias chefiadas por mulheres

Mulheres no comando da casa

O número de mulheres responsáveis pelas famílias em todo o Brasil cresceu cerca de nove pontos percentuais entre 1993 e 2006, segundo dados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Conforme a pesquisa realizada em parceria com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) e o instituto, as famílias chefiadas por mulheres eram 19,7% e chegaram a 28,8%, durante esse período.

O texto da pesquisa afirma que a maior parte das mulheres responsáveis financeiramente pela casa continua maior nas áreas urbanas. Nessas, o aumento foi de 31,3%, contra 14,6% nos lares rurais. O crescimento foi mais representativo na região Sul, de 16,6%, em 1993, para 26,8%, em 2006.

Outro dado relevante é que o número de casais com filhos chefiados por mulheres aumentou quase 10 vezes em treze anos.

O contrário também aconteceu nesse período. Se por um lado há mais mulheres no comando, por outro existe um crescimento no número de famílias sustentadas unicamente pelo homem, sem ajuda das mulheres. Para o Ipea é uma mostra que os homens estão assumindo responsabilidades que antes eram consideradas femininas, o que indica uma equiparação dos gêneros nessa área.

"Esse dado nos leva a pensar num horizonte cultural mais igualitário entre homens e mulheres dentro das famílias", conclui o documento.

Dicas para administrar o seu dinheiro:

Saia do vermelhoPrevidência Privada: garanta o seu futuro!

Fonte: Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada)

Comente

Assuntos relacionados: sucesso finanças mulheres finanças mulheres