Luiza Trajano no poder - benefícios para pequenos empresários

Dona do Magazine Luiza será ministra de Dilma

Foto Masao Goto Filho

Após ser convidada pela presidenta Dilma Rousseff, a dona da rede de lojas Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, aceitou assumir a Secretaria de Micro e Pequena Empresa. Dilma pediu urgência para aprovação do projeto no Congresso que, se for aceito, será o 39º ministério do governo. A empresária deve tomar posse do cargo no fim do mês de setembro.

Para os micros e pequenos empresários brasileiros, a notícia é boa. "A Luiza tem uma história de sucesso no mundo dos negócios, eu me espelho muito nela", conta Andressa Letícia, dona de uma loja de roupas no litoral paulista, que acredita que a posse da ministra pode trazer benefícios para os micros empreendedores.

Bruno Luis Carubbi, assistente de importação, acha interessante a inclusão deste Ministério e da escolha da presidenta. "O Magazine Luiza, segundo pesquisas, é uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Creio que a atuação da nova pasta será proveitosa para a criação de novos empregos, na intenção de fortalecer os pequenos comerciantes, distribuindo melhor a riqueza do país. Isso se realmente houver força e vontade política", conta Carubbi, que é formado em jornalismo e antenado nas notícias sobre o governo.

Criada durante a campanha de Dilma, a proposta foi apresentada em março, mas não havia nome definido para o cargo. Luiza Trajano aceitou o convite no mês passado e pediu dois meses para se organizar antes de sair do comando do Magazine, o tempo necessário para o governo colocar o projeto na pasta do Congresso.

Além dos 45 dias que a Câmara tem para votar a proposta, o Senado pode demorar até 45 dias para tomar a decisão. Com sua posse, o governo terá 30% de mulheres em ministérios.

O projeto de lei prevê a criação de 70 cargos, com salários entre R$ 1,9 mil e R$ 7,5 mil mensais. O orçamento previsto para 2011 é de R$ 6,5 milhões e deve subir para R$ 7,9 milhões, em 2012.

Por Livany Salles

Comente