Livros infantis sobre educação financeira

Livros Educação Financeira

Foto Divulgação

Se já é difícil a gente aprender a lidar com o dinheiro, imagine as crianças, que convivem com um paradoxo. Na TV e nas ruas, eles são incentivados a comprar, enquanto os pais vivem dizendo que dinheiro não nasce em árvore.

É preciso muita conversa e didática para ensinar os princípios básicos do “economês”. Se mesmo assim elas tiverem algumas dúvidas, livros sobre assunto que falam a mesma língua do mundinho deles pode ajudar bastante.

Álvaro Modernell, especialista em educação financeira, lançou dois livros infantis sobre o assunto. Um deles, chamado de “O pé de meia mágico” estimula as crianças a guardarem e cuidarem dos seus brinquedos, mostrando as vantagens de agir assim. Incentiva a separar uma parte da mesada para realizar seus objetivos. É mais indicado para introduzir os conceitos de educação financeira de forma lúdica.

Já “O poço dos desejos” foi produzido para crianças e pré-adolescentes. Na história, os personagens aprendem a realizar suas vontades com paciência e são estimuladas a desenvolver o hábito de poupar dinheiro.

Confira aqui como passar o recado sobre educação financeira para seus filhos:

- Existem roupas e acessórios tão bons quanto os de marcas da moda que custam menos da metade do preço. Moral da estória: você pode andar com uma calça de marca da moda e o bolso vazio ou uma boa calça com o bolso cheio.

- Você já percebeu que do mesmo bolso de onde sai o dinheiro para comprar seus brinquedos e roupas é que sai o dinheiro para pagar todas outras contas da casa? Quanto mais você ajudar a economizar em casa, mais pode sobrar para você, e quanto mais você desperdiçar, mais ameaçada fica a sua mesada.

- Quem despreza pequenas quantias não consegue juntar grandes fortunas. Moral da estória: valorize cada moedinha e fique atento aos gastos, mesmo os pequenos.

- Você já percebeu que uma garrafa de refrigerante de 2 litros custa mais barato do que quatro latinhas do mesmo refrigerante que somadas têm apenas 1,4 litros? O mesmo vale para barras de chocolate, sacos de pipoca e muitas outras coisas.

- Só mexa no seu cofrinho quando ele estiver completamente cheio. Pegue uma parte do dinheiro e conceda-se algum prazer ou presente. Algo que você gosta.

- Você sabia que aquele jogo que você não gosta mais pode ser o desejo de outra criança ou adolescente. É provável que alguém esteja na mesma situação e tenha enjoado do jogo que você tanto quer. Faça trocas. A melhor maneira de aproveitar o que você já possui e não quer mais e adquirir coisas novas que deseja.

O pé de meia mágico e O poço dos desejos

Álvaro Modernell

www.edufinanceira.com.br

www.maisativos.com.br

Por Juliana Lopes

Comente