Guloseimas para pets podem ser um bom negócio

guloseimas pets

O Ice Dog custa R$5 e é feito com frutas batidas e um suporte de osso comestível - foto: divulgação

A ração está deixando ser o único alimento dos bichinhos de estimação. Quem possui um pet em casa está conhecendo as novidades que estão sendo criadas especialmente para eles, principalmente no quesito guloseimas! E a ideia está virando um bom negócio!

Para se ter uma noção, atualmente estão sendo inclusos opções como sorvetes, panetones e chocolate! Tudo adaptado, é claro.

A lanchonete Bora a Bora, de São Paulo, criou a linha de sorvetes para cachorros (Ice Dogs) para servir aos pets dos clientes que frequentam o local. É um picolé feito com frutas batidas e o cabo feito com um biscoito ou um osso comestível. O Ice Dog não leva açúcar nem conservantes. Em sua produção são utilizadas somente frutas, como banana, maçã, mamão, manga, melancia, melão e morango, batidas no liquidificador.

A empresária responsável, Ana Paula Soares, espera que a venda do produto gere um acréscimo de R$ 10 mil no faturamento até o final do ano, sendo que o investimento inicial foi de R$2.000, mais o alvará da prefeitura para viabilizar o novo negócio. Ana Paula também começou a vender a guloseima em um carrinho de sorvete. A ideia é aproveitar o fluxo de pessoas que passeiam com seus cachorros no bairro Higienópolis, em São Paulo (SP), onde fica a sua lanchonete.

guloseimas pets

Os produtos da Chocodog's variam de R$6 a R$9 e são aromatizados superficialmente, não contêm cacau - foto: divulgação

Já a empresa Chocodog's, em Valinhos (SP), produz petiscos caninos sabor chocolate, entre eles, ovos de Páscoa e panetones. Os produtos são aromatizados artificialmente porque o cacau é nocivo aos cães, segundo o empresário Raphael Nobre, dono da empresa. Eles contam com um veterinário responsável pela produção dos petiscos e pela realização de testes antes de o produto ir para o mercado.


Por Jessica Moraes

Comente