Fique rica em 2009!

Toda jornada começa com o primeiro passo. E grandes fortunas podem começar com alguns centavos e reais a mais que, juntados e bem aplicados ao longo do tempo, podem se transformar em milhões e na base de riquezas.

Ficar mais rico a cada ano, a cada dia, é mais simples do que alguns imaginam. E mais fácil. A receita não tem novidade: basta fugir das dívidas, ganhar mais e gastar menos. Não é ironia, não. Algumas pessoas desprezam pequenos valores e não percebem que desperdiçam oportunidades. Temos que ficar atentos a elas e aproveitá-las da melhor forma possível. Fazer o patrimônio - econômico, social e intelectual - crescer a cada ano é condição sine qua non para atingir a sonhada independência financeira.

Há desperdícios mais valiosos do que o de dinheiro: tempo, saúde e energia são exemplos disso. Pessoas que passam muito tempo reclamando da vida, da situação, do governo, do emprego, da chuva, do sol, mas não adotam atitudes que possam reverter o quadro, possivelmente passarão as próximas viradas de ano na mesma situação. E reclamando das mesmas coisas, como fizeram nos últimos anos. Faça diferente em 2009.

Veja atitudes simples que podem ajudar a melhorar sua situação financeira de maneira duradoura.

- Afaste-se das dívidas. Coloque em dia e quite aquelas eventualmente existentes e não se permita contrair novas dívidas. Seja inteligente e disciplinado. Os juros que você paga aos outros poderiam estar engordando seus investimentos e gerando riqueza para o seu futuro.

- Use o cartão de crédito apenas como meio de pagamento, não como fonte de financiamento. Os excessos de facilidades que os cartões e o comércio oferecem acabam envolvendo e iludindo os menos atentos. Autorize o débito automático em sua conta e pague todas faturas rigorosamente em dia. Mantenha o limite do seu cartão abaixo do valor da sua renda mensal.

- Diga adeus a cheques pré-datados, carnês, crediários e prestações. Essas formas de pagamento exigem muito controle, escondem os custos reais, expõem você a riscos de inadimplência, mascaram a sua situação financeira e geralmente são os princípios dos endividamentos crônicos.

- Pague a si mesmo regularmente. Defina quanto você merece e separe uma parte de todos os seus ganhos (salários, comissões, aluguéis, etc.) no ato que receber e transfira imediatamente para a sua conta de investimentos. Não espere para fazer isso no dia seguinte, geralmente não sobra o suficiente.

- Invista em você. Valorize seu passe. Faça o seu trabalho e os seus pareceres valerem mais. Busque capacitação; diversifique seus conhecimentos; cultive sua rede de relacionamentos; incremente seu currículo; melhore sua imagem; realize ações que demonstrem sua capacidade. Busque diferenciação e seja inovador.

- Use o tempo a seu favor. Os acomodados dificilmente progridem. Trabalhe mais do que o necessário. Estude mais do que o exigido. Fique pronto antes da hora. Faça diferente. Faça melhor. Plante e cultive mais para poder colher mais.

- Busque educação financeira. Saber economizar e ganhar dinheiro não é suficiente. É importante aprender a multiplicá-lo. Não creia em receitas mirabolantes e em milagres financeiros. Fique atento aos fundamentos e dê vida longa ao seu dinheiro.

- Descubra, crie e vá atrás de novas fontes de renda. Valorize seu tempo e seu trabalho. Explore suas habilidades. Valorize seus contatos. Seja útil e necessário. Não desanime. Seja perseverante.

Acima de tudo, crie mentalidade positiva. Vá atrás dos seus objetivos. Alguns sacrifícios serão necessários, mas os resultados valerão à pena. Comece em 2008 a grande virada da sua vida. Não espere que o dinheiro caia do céu. Prepare-se para comemorar a chegada de 2009 em alto estilo.

Um brinde à prosperidade!

Álvaro Modernell é colunista de Finanças Pessoais do Vila Sucesso. Palestrante, consultor, autor de livros e sócio da Mais Ativos Educação Financeira, esse especialista te ajudará na tarefa de lidar com o dinheiro

Comente