Fidelidade financeira e casamento

Fidelidade financeira e casamento

Fidelidade conjugal, empresarial (quando assinamos um contrato), partidária, e por aí vai. Entre tantas variedades, uma nova forma de lealdade passou a configurar a lista de requisitos conjugais: a financeira. Segundo uma pesquisa da Revista Forbes, um em cada três casais nos Estados Unidos traem os seus parceiros financeiramente.

O setor financeiro passou a ser um dos fatores mais importantes para o sucesso no casamento. E esse sucesso depende de um bom diálogo e planejamento. Sabemos que a falta de dinheiro e a dependência são grandes causadoras de discussões dentro de uma família. Os gastos excessivos, os empréstimos e endividamentos obscuros um dia aparecem e, se não forem bem resolvidos, podem causar o fim de uma relação, reduzindo-a a uma sociedade falida.

Ainda segundo o estudo, esconder dinheiro é a prática mais comum para 58% dos entrevistados. Esconder as compras também. Márcia já chegou a deixar as sacolas na escada do prédio para o marido não ver. Esperou que ele fosse dormir para só então pegar as roupas novas. Assim como ela, 54% responderam que já entraram com aquela sacolinha escondida. E 16% já omitiram grandes compras.

Na sequência, 30% dos participantes admitiram que já se "esqueceram" propositalmente de avisar sobre pequenas contas (como a de telefone, por exemplo). Outros contaram alguma mentirinha sobre dívidas e rendimentos.

Por Lívany Salles

Comente