Férias de verão: já se programou?

Férias de verão já se programou

Foto: Image Source/Corbis

Tudo bem que ainda estamos em agosto e parece cedo para programar as férias do próximo verão, mas tudo que a gente faz com antecedência e calma tem menos riscos de dar errado, não é verdade?

Se você fez uma boa pesquisa e já sabe onde quer curtir as altas temperaturas, aproveite agora para correr atrás dos pacotes e, se possível, já deixe programado também alguns passeios.

"Há quem já tenha as férias de verão programadas desde o primeiro semestre. As chances de obter melhores preços são maiores do que perto do período da viagem", garante Claudio Reges, gerente de viagem e lazer da Casablanca Turismo (Casablanca Turismo).

A forma de pagamento depende muito de cada cliente, mas antes de fechar o negócio veja as condições e as vantagens de cada modalidade. Quem sabe não rola um desconto bacana se você pagar à vista?

Claudio comenta que alguns viajantes preferem pagar à vista para terem uma folga financeira, sem preocupações. Além disso, se você guardar o dinheiro antecipadamente e pagar à vista poderá usar uma parte maior do salário das férias na viagem!

A gente sabe que a empolgação de viajar é grande, mas nunca assine nada sem antes ler atentamente o contrato e tirar as dúvidas. Procure saber como vão ficar as coisas caso você precise cancelar ou adiar a viagem por qualquer motivo. "Às vezes existem descontos significativos no pacote exatamente por conta da impossibilidade de reembolso. É preciso estar atento para evitar transtornos", orienta o gerente.

E se você já definiu que não vai viajar sozinha, convença sua companhia a comprar o pacote junto com você. Conforme o tempo passa e vai chegando a data da viagem, os preços podem variar bastante e desanimar quem perdeu tempo demais se decidindo.

"Os valores variam de acordo com o período de fechamento da compra, por conta da maior disponibilidade de hotel, das passagens aéreas etc. Geralmente os preços são melhores com certa distância do período escolhido para viajar. É possível, sim, encontrar tarifas semelhantes, mas seriam casos isolados. O ideal é que realmente seja possível se planejar", diz Claudio.


A internet e os guia de viagem sempre estarão à sua disposição para ampliar seus horizontes e conhecer novos destinos. Mas na hora de fechar o pacote evite fazer tudo sozinho, caso não esteja seguro dos procedimentos. "Consulte um agente de viagens para lhe ajudar na montagem do roteiro, alertar sobre eventuais dificuldades, sanar todas as suas dúvidas e oferecer preços atrativos", finaliza o gerente da Casablanca Turismo.

Juliana Falcão (MBPress)

Comente