Férias: como economizar na viagem

Férias como economizar na viagem

Ainda não escolheu o roteiro de férias? Se você nem imagina como estão os valores das passagens e pacotes prepare-se para o aumento dos preços, principalmente para quem vai de ônibus. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), passagens de ônibus interestaduais e internacionais sofreram um reajuste de 6,4% no início deste mês.

A primeira vista pode parecer pouco. Mas se você colocar na ponta do lápis verá como pode afetar o bolso. Na passagem de Brasília para São Paulo, por exemplo, o valor subirá de R$ 127,51 para R$ 135,66 por passageiro. E da capital federal para o Rio de Janeiro, o preço muda de R$ 143,50 para R$ 152,67.

Conforme a Fundação Getúlio Vargas, os gastos com as férias ficaram 24,3% mais caros. Só as passagens aéreas subiram quase 65% nos últimos 12 meses, e a hospedagem, cerca de 10%. Nessa hora, uma boa dica é chamar os amigos para dividir as contas. Foi o que aconteceu com atendente hospitalar Carla Bueno.

Em 2006, ela planejava ir sozinha à Buenos Aires. Quando fez as contas percebeu que o total era além do que imaginava. Mesmo com a desvalorização do peso, os preços estavam “salgados”, pois Julho é mês de alta temporada na Argentina.

Um dia, por acaso, ela comentou com uma amiga o seu desejo de conhecer a cidade. Logo depois programaram juntas um roteiro com hospedagem, transporte e passagem aérea. “Nós conversamos com outras pessoas que já estiveram lá. Agendamos tudo sem ter que fazer pacotes fechados, geralmente mais caros. Economizamos 25% e nos divertimos muito”, comenta.

As duas escolherem um hotel próximo da Rua Florida, local de fácil acesso aos pontos turísticos. Também optaram por andar de metrô, em média, 0,50 centavos de real na época. “Mas quando o frio apertava, aí não tinha jeito, pegávamos um táxi”.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: férias finanças