Entenda a variação dos preços do arroz e feijão

almoçoinflação

Foto - Shutterstock

Você é daquelas pessoas que não abre mão de uma refeição completa com feijão e arroz? Então já deve ter percebido que este prato básico está ficando cada vez mais salgado para o bolso. A informação é do levantamento da Associação Paulista de Supermercados (APAS), feito com base em dados do Índice de Preços dos Supermercados.

Segundo a APAS, de janeiro a maio deste ano o preço do arroz subiu 4,85% e o preço do feijão teve alta de 6,44. No caso do arroz, o aumento se deve a um processo de pressão sobre os custos de produção (salários e demais fatores), diante da elevação geral dos preços medidos por meio do IPCA (índice oficial de inflação brasileiro). Apesar disso, os preços costumam apresentar variações ao longo do ano, e a tendência para os próximos meses é de estabilidade e até mesmo queda.

Já para o feijão, as notícias não são tranquilizadoras. O aumento nestes primeiros meses está relacionado a uma recomposição dos preços, já que em 12 meses o item apresentou retração de 43% nos preços. No entanto, desde o fim de 2013 os valores estão sendo pressionados e, nos cinco primeiros meses deste ano, a inflação tem se intensificado.

A tendência, no caso do feijão, é de continuidade no processo de elevação do preço, diante do clima mais seco de 2014.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: arroz feijão comida brasileira inflação