Empresa cria banco de dados para bons pagadores

Empresa cria banco de dados para bons pagadores

Já que existe um banco de dados de inadimplentes, que tal criar outro que ofereça o inverso? Foi o que fez a C&M Software, empresa especializada em soluções automatizadas para diversos mercados. Colocando em prática a Medida Provisória nº 518 de 31 de dezembro de 2010, ela é idealizadora do site.

A iniciativa conhecida como Cadastro Positivo visa reunir em um só lugar os dados dos bons pagadores. Uma das vantagens de integrar este time é que o consumidor poderá efetuar suas transações com apenas um clique, eliminando processos de envio de documentos e preenchimento de fichas cadastrais. Para isso, basta preencher todo o cadastro. Ele pode ainda acompanhar as lojas que consultam seus dados e excluir a qualquer hora o seu nome do banco de dados.

Orli Machado, presidente da C&M Software, explica que o site propõe uma mudança de visão, uma vez que as empresas deixam de avaliar as restrições dos clientes e passam a levar em consideração o nível de confiança que este mesmo contribuinte possui. "Cada cadastro físico do MaxxiPositivo possui uma pontuação variável de 0 a 100%. É por meio deste sistema que a empresa avalia o risco financeiro oferecido pelos seus clientes", explica.

Outra vantagem oferecida para as empresas é a agilidade na aprovação e na oferta de crédito. A automatização do processo de venda é outro ponto positivo, pois contribui para a ampliação da segurança e do volume das transações. "Também podemos citar a e a reduzir os juros, uma vez que esta taxa varia de acordo com o risco de inadimplência do consumidor", diz.


O MaxxiPositivo dispõe de processos de atualização cadastral independente da periodicidade com que o cliente efetue compras. Além disso, foi desenvolvido com tecnologia de Redes Neurais e Inteligência Artificial, o que permite o cruzamento de informações, análise dos mais diferentes perfis e disponibilidade de recursos para eliminar a burocracia e reduzir custos operacionais e de tecnologia como BackOffice (serviços secundários que auxiliam a empresa), infraestrutura de TI, espaço físico, entre outros.

A C&M Software espera que até o final do ano, cerca de 10 milhões de contribuintes se cadastrem no banco de dados do MaxxiPositivo.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente