E-commerce - Procon dá atendimento online para consumidores prejudicados

Ecommerce  Procon dá atendimento online para consu

Vitória do consumidor! Pelo menos do consumidor paulista que, a partir de hoje, ganha um canal de atendimento online exclusivo em casos de problemas enfrentados com as compras pela internet. A notícia é boa também para o próprio comércio eletrônico, que acabará se modernizando ainda mais para sempre atender as exigências dos compradores virtuais.

Na prática, amiga, se você se sentir prejudicada em relação a algum produto ou serviço que tenha contratado via internet, poderá fazer a sua reclamação acessando o site www.procon.sp.gov.br. Após análise da reclamação, técnicos do órgão encaminharão uma mensagem esclarecendo quais são os seus direitos e informando possível necessidade do envio de documentos e outros dados. As empresas serão informadas das demandas registradas por seus consumidores por meio de Carta de Informação Preliminar enviada por e-mail.

Caso não haja solução do problema nesta fase inicial, será instaurado processo administrativo e a reclamação seguirá para audiência conciliatória.

E-commerce expert

Para comentar este assunto, o Vila Sucesso conversou com a e-commerce expert Solange Oliveira, que trabalha em tecnologia há 20 anos e já dirigiu os melhores e maiores e-commerces da América Latina. Ela comemora a iniciativa do Procon e dá dicas de segurança para os consumidores virtuais. Confira!

- Que tipos de problemas são mais comuns os consumidores enfrentarem quando realizam compras pela internet?

Solange - O mais comum é comprar e não receber no prazo anunciado. O segundo maior problema é quando o preço anunciado não é o mesmo para a venda e o terceiro é comprar um produto e receber outro.

- As lojas virtuais estão, em geral, preparadas para atender o consumidor adequadamente?

Solange - Em geral o comércio virtual no Brasil está se modernizando, estamos numa luta constante para profissionalizar as pessoas que trabalham nas lojas virtuais e com passos lentos os empreendedores virtuais estão entendendo que o comércio online tem suas regras, e que o consumidor online está cada vez mais exigente.

A concorrência deve empurrar o e-commerce brasileiro para um patamar de elegância e profissionalismo no próximo ano. Afinal de contas todo mundo olha a loja do vizinho e, se a sua não está "de acordo" com as normas e melhores práticas, certamente você irá vender menos - e todo mundo quer vender mais!

- Na sua opinião, é uma boa idéia o Procon disponibilizar este tipo de atendimento?

Solange - É uma ótima idéia! Virei fã assim que soube. O que impede que o consumidor online exija seus direitos é justamente a dificuldade em denunciar! O consumidor online está online e nada mais justo do que poder fazer sua denúncia online também!

- De maneira geral, como o consumidor deve se precaver para não se sentir prejudicado na hora de fazer compras via internet?

Solange - Tenha certeza daquilo que está comprando, dos prazos de entrega e do preço. A loja virtual tem que deixar esses dados muito claros.

Anote ou imprima as fases da sua compra (boleto, ordem de compra, tracking de entrega).

Tome conhecimento do telefone e email da loja virtual para dúvidas - ele é o primeiro canal de comunicação caso aconteçam problemas.


Pesquise se a loja em que está comprando existe mesmo e se ela tem denúncias sobre desacordo com clientes em vendas - o Procon agora será uma ótima fonte de consulta.

Ninguém faz milagre! Preços muito abaixo dos preços da concorrência e anúncios de serviços ou produtos gratuitos NÃO EXISTEM! Fique atento! Geralmente essas lojas são embustes virtuais e estão tentando criminosamente te enganar.

Por Adriana Cocco

Comente