É hora de quitar as dívidas!

Dívidas  é hora de quitálas

Com 13º salário nas mãos, muita gente aproveita essa época para se livrar das dívidas e começar o ano com o nome limpo na praça. Segundo um levantamento da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio), feito com 1100 consumidores no município de São Paulo, 38% dos entrevistados pretendem quitar as dívidas e a mesma porcentagem, poupar.

O número de cheques devolvidos já foi menor em novembro do que no mês anterior. Foram 2.280.749 cheques devolvidos, o que representa uma queda de 4,52% em relação a outubro de 2008, conforme dados nacionais da Equifax, empresa especializada no fornecimento de informação e inteligência para decisão e gestão empresarial.

De acordo com o Procon de São Paulo, se a causa da dívida foi o cheque sem fundos, a pessoa terá que recuperar o cheque no local indicado pelo fornecedor ou junto ao próprio fornecedor. No ato deverá pagar o débito, ou seja, o valor grafado no cheque, a correção monetária, incluindo os juros.

Você deve entregar na agência bancária de origem da conta o documento de quitação de débito, além de uma cópia do cheque e a certidão negativa de protesto emitida pelo Cartório de Protesto da cidade onde possui conta corrente. No ato da entrega também deverá ser paga uma taxa pré-estabelecida pelo Banco Central, dessa forma o cheque não fica mais no CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo do Banco Central).

Caso seu nome esteja no SPC ou SERASA e você já tenha quitado a dívida, deve informar imediatamente os cadastros de proteção ao crédito. O Procon-SP esclarece que o nome da pessoa inadimplente não pode constar lá a partir do momento que a dívida estiver sendo discutida judicialmente e sem que ela seja avisada antes.

No caso de um acordo, o nome deve ser retirado a partir do pagamento da primeira parcela estabelecida. Lembre-se que as instituições de proteção ao crédito não mantém o registro de débito por mais de cinco anos, mas isso não significa que a dívida deixou de existir.

Caso o seu nome esteja cadastrado nos dois órgãos indevidamente saiba que se você conseguir comprovar isso, principalmente os prejuízos, você pode solicitar uma indenização por perdas e danos.

Dicas para você começar 2009 sem dívidas:

Por que não sobra dinheiro?Dinheiro não aceita desaforo!

Por Juliana Lopes

Comente