Dividir apartamento - como ficam as finanças?

Dividir apartamento  como ficam as finanças

Sair da casa dos pais é a vontade de muita gente. O problema é que morar sozinho nem sempre é uma opção por causa da enorme quantidade de gastos, nesse caso o melhor então é arrumar um ‘roommate’. Ou seja, um colega para dividir o apartamento. Mas como fazer para que tudo corra bem quando o assunto é dinheiro e contas a pagar?

O consultor financeiro pessoal Erasmo Vieira explica que assim que forem morar junto é importante combinar tudo. "Estabeleça regras por escrito, esta é a melhor recomendação. Prevenir é melhor que remediar".

E para que as finanças andem bem, a dica de Erasmo é não dividir as contas de forma que cada um pague um item, mas sim fazer uma espécie de ‘caixa mensal’ baseado nas contas dos meses anteriores. "Funciona como um condomínio com um valor mensal que cubra as contas e sobre pelo menos 10% para um fundo de reserva. Este fundo de reserva servirá para cobrir eventuais atrasos dos moradores de forma a não prejudicar os outros".

Além do caixa que cubra as contas mensais como as de água, luz, condomínio, aluguel, etc, o consultor explica que esse formato também serve para os gastos comuns como para comprar itens de limpeza e alimentação. "Este caixa pode ser pago junto com o caixa que cubra as contas mensais. É importante definir um administrador ou síndico que fique responsável e apresente a prestação de contas".


Erasmo finaliza lembrando que o segredo para evitar e reduzir atritos é o comprometimento dos moradores da casa, ou seja, é necessário combinar e cumprir. "Estabelecer uma contribuição comum e igual é a melhor forma".

Por Larissa Alvarez

Comente