Dinheiro compra felicidade?

Dinheiro compra felicidade

Há quem diga que dinheiro não traz felicidade, mas “manda” trazer! Afinal, o que você pensa a respeito, dinheiro compra felicidade?

Reparando bem, todas nós consumimos cada vez mais e, acabamos, na maioria das vezes, valorizando mais o “ter” do que o “ser”. Vivemos angustiadas pensando em quando teremos dinheiro suficiente para poder não nos preocupar com ele.

Provavelmente, o seu suado dinheirinho só comprará felicidade se você souber usá-lo. Ora, se não sabemos lidar com o dinheiro, gastamos mais do que ganhamos, um mau hábito da maioria da população brasileira, e vivemos em um ambiente de “insalubridade financeira”, estamos nos auto-boicotando.

Gustavo Cerbasi, especialista em finanças dos negócios, planejamento familiar e economia doméstica, diz sabiamente: “É muito provável que, se você tem problemas para administrar o pouco que ganha hoje, terá mais problemas quando sua renda aumentar”

A felicidade pode estar em viver com bom senso, poder pagar as contas do mês sem sobressaltos, saber gastar o dinheiro que temos e dormir o sono dos “sem dívidas”. “Gastar mal nos empobrece, mas enriquecer pode ser uma questão de escolha”, diz Gustavo Cerbasi.

Anote duas dicas de leitura do Vila Sucesso: “Dinheiro pode comprar Felicidade”, livro da norte-americana MP Dunleavey, colunista do jornal New York Times e “Dinheiro - os segredos de quem tem”, de Gustavo Cerbasi.

Por Karina Conde

Comente