Consumo exagerado preocupa mais do que inflação

Consumo exagerado preocupa mais do que inflação

Quando os preços em alta são alardeados, paira aquela incerteza no ar. Mas o que realmente preocupa os economistas é quando o consumidor não segue o ritmo da economiae não se atente quando é hora de soltar um pouco o dinheiro e quando é hora de prender.

Neste momento, por exemplo, a dança dos preços mexe com as finanças pessoais. E quem não tomar cuidado, pode ter uma surpresa no final do mês. Volta a lista de compras, volta aquela olhada mais atenta e comparativa dos preços.

Prestações devem ser evitadas, a não ser que seja realmente um caso de urgência. Se der para esperar um pouco, a dica é conter o impulso consumista. Mas também nada de pânico. Basta prestar atenção e substituir os produtos que estão mais caros. Produtos importados e prestações a perder de vista devem ser evitados.

Para a dona de casa Livone Chille, trocar os produtos caros por similares é uma regra. "Se uma fruta está cara, eu compro alguma outra da época e assim eu faço com tudo o que preciso comprar", garante. Fica a dica da consumidora!

Por Lívany Salles

Comente