Consumidor volta a acreditar na economia brasileira

Consumidor volta a acreditar na economia brasileir

O brasileiro voltou a ter confiança na economia brasileira, segundo dados divulgados pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio). O ICC - Índice de Confiança do Consumidor, mostrou aumento de 4,5 % entre os meses de julho e agosto.

Há três meses a situação era outra e os indicadores apontavam declínio, embora se mantivesse com média acima de 100 pontos. A pontuação do ICC varia de zero a 200 pontos, indicando pessimismo abaixo de 100 e otimismo acima dos pontos.

De acordo com a instituição, a melhora do mercado de trabalho e a renda que aliada à queda dos níveis de endividamento deixam os consumidores menos receosos.

Segundo dados da pesquisa, os homens (143 pontos) estão mais otimistas em relação às mulheres (132,2 pontos). Os consumidores com idade acima de 35 anos são os que mais acreditam, com crescimento de 7,7%. Em contrapartida, a elevação entre os consumidores mais jovens foi de apenas 3%.

Comente

Assuntos relacionados: finanças pesquisa comércio