Planeje seu futuro antes de comprar um imóvel

Planeje seu futuro antes de comprar um imóvel

Bom, que planejar-se financeiramente para realizar o sonho de comprar um imóvel é necessário todo mundo sabe. Mas isto não é tudo para fazer um bom negócio. Planejar o futuro pessoal e escolher uma moradia que atenda as necessidades da família nas próximas fases também é fundamental! Caso contrário, você pode amargar um sério prejuízo...

Segundo o engenheiro civil Flávio Figueiredo, muita gente esquece de levar em consideração aspectos importantes no momento de escolher a casa ou apartamento ideal. E isso independe do valor do imóvel ou da classe social do comprador.

"A primeira pergunta que o comprador deve fazer a si mesmo é: ‘daqui quanto tempo receberei o meu imóvel?’. E, depois, ‘como deverá estar minha vida pessoal nesta ocasião? Estarei casada? Terei filhos? Quantos? Este imóvel atenderá minhas expectativas?’. Isto porque as necessidades pessoais das famílias mudam ao longo dos anos.

O consultor exemplifica. "Um casal que pretende ter filhos não pode se esquecer de que precisará, talvez, de um dormitório a mais. O que não faltam são casos de casais que, na hora de mudar, até já ganharam o bebê".

Veja só outras situações. "Há famílias que não se lembram de que os filhos estão se tornando adultos e logo precisarão de mais vagas na garagem. Ou ainda de que os filhos logo deixarão a casa dos pais, que se tornará grande demais apenas para o casal. Tudo isso deve ser levado em consideração".

De acordo com Flávio Figueiredo, o prejuízo causado pela falta de planejamento acontece especialmente quando os compradores acabam investindo grandes quantias na personalização do imóvel. "Os compradores gastam dinheiro para instalar armários, compram mobília e decoram a moradia pensando na fase atual. E depois de tanto investimento já sentem nova necessidade de se mudarem, sem nem mesmo terem usufruído muito bem do novo ambiente".


É claro, diz o engenheiro, que não é possível realizar um planejamento absolutamente certeiro, pois existem horizontes de necessidades pessoais que demoram a mudar. "Mas, o ideal é planejar em níveis gerais, escolhendo o imóvel mais adequado aos seus objetivos, projetando sua vida para daqui cinco, 10 anos".

Por Adriana Cocco

Comente