Como se planejar para aumentar a família?

aumento família

Foto - Shutterstock

A chegada do bebê não muda apenas o corpo da mãe, não! Ela muda a rotina do casal, a organização da casa, as finanças e todos (sim, todos) os planos. Isso acontece sendo o primeiro filho, o segundo, terceiro, etc. Está pensando em aumentar a família? Veja dicas simples para se orgnizar para a chegada do bebê!

Adiante seus estudos

Vale apostar nos estudos antes do bebê chegar. Matricule-se naquele curso, termine o MBA, etc. Depois que for mãe, o tempo ficará mais escasso e você ficará com peso na consciência de deixar o pequeno em casa para estudar.

Planos de carreira

Essa conciliação é uma das mais difíceis para a mulher. Observe o caso de outras grávidas na empresa e o seu status de carreira; dá para se ausentar durante a licença, você está prestes a ser promovida? E entenda: a vida muda não apenas durante a licença, mas depois dela, pois você provavelmente terá que se ausentar quando seu filho tiver algum problema de saúde, etc.

Orçamento

Essa fase demanda dinheiro, sim. O primeiro passo é verificar o convênio; o seu cobre maternidades? E depois disso, o convênio do bebê, que deve cobrir pronto-socorros infantis. E antes de mais nada pense que isso terá um gasto. Outra coisa: esconomize para o enxoval. Assim você já começa a gravidez comprando a maioria das coisas ao invés de parcelar.

Espaço

O bebê é pequenininho, mas ocupa um baita espaço: carrinho, andador, cadeirão, etc... Depois que ele andar, vai correr para lá e para cá, subir nas coisas. etc. Sua morada atual comporta isso? Se não, talvez seja melhor reconsiderar.

Rotina do casal

Essa é a maior mudança depois da chegada do bebê. Jantares, cinemas, noites bem dormidas e viagens a dois serão adiadas por um bom tempo. Cada um deixa de ter atenção exclusiva e passa a ser segunda opção. Vocês estão preparados para isso?


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: filhos finanças maternidade planejamento