Como gastar bem o 13º?

Como gastar bem o 13º

O ano está acabando e isso é sinal de que estamos prestes a receber o 13º salário. Fato que muitas de nós aguardamos ansiosamente, mas você tem certeza que os seus planos para esse dinheiro são os melhores possíveis?

Para te ajudar a não jogar dinheiro fora, o Vila Sucesso foi conversar com o economista Antônio Cândido de Azambuja que explica que a primeira coisa para se fazer com este dinheiro é sair do cheque especial e quitar o rotativo do cartão de crédito. "Com essas duas ações você se vê livre dos juros. O cheque especial e o cartão e crédito são os responsáveis pelos maiores juros que existem."

Azambuja explica que neste ano, estamos saindo de uma crise e que em comparação com o ano passado, a maioria de nós receberá mais dinheiro. Prova disso está nos dados do Dieese que mostram que o 13.º salário deve injetar na economia brasileira R$ 84,8 bilhões, número 8,7% maior do que o estimado em 2008.

Ele explica que este dinheiro pode ser aproveitado como uma maneira de dar uma virada nas finanças. O economista conta que nos últimos anos, depois de 2004, passamos a ter acesso ao crédito fácil, com isso acabamos entrando em financiamentos enormes e com parcelas que, apesar de pequenas, atrapalham muito a nossa vida, principalmente durante a crise financeira. Por isso, a segunda dica do especialista é parar de pagar o passado.

"Pegue todos os seus carnês, analise, ligue, negocie as vantagens de adiantar e até quitar as parcelas de uma vez. Normalmente você consegue descontos que valem muito a pena, então consegue pagar e se livra de dívidas."

Se depois disso tudo ainda sobrar dinheiro, coloque na poupança. De acordo com Azambuja essa é a melhor aplicação possível. "Não se esqueça que em janeiro existem muitas despesas como IPVA, IPTU, matrícula na escola, compras de natal que caem no cartão de crédito, etc."

Aproveite que estamos saindo da crise e em 2010 tente não se afundar em dívidas e ter o 13º como única salvação. O economista alerta que para o próximo ano é muito importante se planejar, guardar dinheiro para então ir viajar ou comprar uma nova televisão ao invés de passar meses pagando parcelas daquela viagem que você já fez ou a televisão que não é mais nova, por exemplo. Então, junte dinheiro e então compre em menos parcelas. Isso com certeza lhe renderá um preço menor.


Além disso, ele dá a dica: "Guarde sempre, pelo menos, 10% do seu salário." Se você guardar isso por um ano, no final de 2010 você terá um montante interessante e se estiver sem dívidas poderá gastar tudo com você.

Por Larissa Alvarez

Comente