Clube de investimento - Você sabe como funciona?

Clube de investimento  Você sabe como funciona

Como tempo é dinheiro, vamos direto ao ponto! Os clubes de investimento são formados por pessoas físicas com objetivos comuns que se reúnem para investir seu dinheiro em ações. Uma ótima maneira de se iniciar no mercado de ações!

Ele pode ser composto por no mínimo 3 pessoas e no máximo 150 pessoas. Para criar o clube, não há muito segredo. É só escolher a instituição que vai administrá-lo (corretora, distribuidora de títulos ou banco de investimento) e ela orientará como criar o clube, quais ações escolher, além de cuidar de toda a documentação e operação.

Tornando-se membro você terá um certo número de cotas e poderá adquirir mais ao longo da existência do clube. Vale ressaltar que, um único participante não poderá ter mais de 40% do total de cotas. A soma das cotas de todos os participantes será o patrimônio do clube.

Tudo é regido por um estatuto social que representa a vontade de todos os envolvidos, inclusive os custos de administração do clube e a definição da composição da carteira, ou seja, as ações adquiridas pela administradora.

Após cada participante preencher um cadastro e anexar os documentos pessoais, o próximo passo é registrar o clube na receita federal e BOVESPA que fiscalizará as operações com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Feito isso é hora de funcionar! Periodicamente, os membros do clube receberão extratos semelhantes aos da conta bancária e precisarão fazer assembléias para definir estratégias de aplicação.

Entre as vantagens dessa maneira de investir seu rico dinheirinho há a taxa de administração baixa em comparação aos fundos de investimento, a possibilidade de diversificar as ações, já que o volume investido será maior e a participação direta na gestão da carteira.

Caso queira sair do clube, não há problemas. O desligamento será quando o participante desejar, é só comunicar à corretora.

Você tem vontade de investir em ações? Chame as amigas e crie um Clube. Alem de desenvolver o hábito de investir mensalmente você aprenderá muito sobre o mercado de ações. Pense nisso!

Por Karina Conde

Comente