Classe executiva atrai mais passageiros

Um meio de transporte que até não muito tempo atrás era visto como luxo: o avião. Com a crescente demanda de voos de companhias aéreas comerciais, as viagens executivas estão caindo no gosto da população.

Embora sejam, geralmente, de 30% a 40% mais caras do que as passagens no voo comercial, o consumidor ganha em conforto e maior flexibilidade de horários.

Porém, os aeroportos brasileiros carecem de infraestrutura para atender a demanda cada vez maior de voos, especialmente por conta dos eventos esportivos programados para os próximos anos, como a Copa do Mundo e Olimpíada.

Por Lívany Salles

Comente

Assuntos relacionados: finanças viagem consumidor passagem avião