Cirurgia plástica no Imposto de Renda

Cirurgia plástica no Imposto de Renda

Vaidade e Imposto de Renda tem a ver. Muita gente desconhece que gatos com a beleza não só aumentam a auto estima como, também, podem ser deduzidos no IR. Ou seja, o Leão ficou mais sensível e permitiu que as cirurgias plásticas reparadoras entrassem na lista.

Antes, a Receita Federal considerava somente as despesas com cirurgia plástica reparadora. Ou seja, eram deduzidas nos casos em que ficasse comprovada a sua necessidade para recuperação da saúde do contribuinte.

Agora a abrangência é mais ampla e permite que até mesmo implante de prótese com silicone seja dedutível. Para isso, qualquer contribuinte que tenha tido esse tipo de gasto nos últimos cinco anos poderá apresentar uma declaração retificadora para ter direito ao benefício.

O procedimento, segundo o programa Meu Bolso em Dia, é entrar na página da Receita na internet, procurar o campo Declaração do IRPF e o programa do ano em que o documento a ser corrigido foi entregue. Ao preencher a declaração retificadora, o contribuinte deve incluir as despesas da cirurgia na área relativa aos gastos médicos.


O Meu Bolso em Dia é um programa de educação financeira da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que está disponibilizando gratuitamente, por meio do site (www.meubolsoemdia.com.br), informações para ajudar o contribuinte a esclarecer dúvida sna hora de declarar o IR 2011.

Por Lívany Salles

Comente