Cartões: o que fazer em caso de roubo, furto ou extravio?

Cartões o que fazer em caso de roubo furto ou extr

Cartões de crédito vieram para facilitar a vida de todos. Não precisar andar com muito dinheiro à vista por aí é uma baita ajuda. Mas, mesmo aquele pequeno cartão ajudando, pode trazer prejuízos danados quando roubados, furtados ou extraviados. E o que fazer nesses casos?

"A primeira conduta é entrar em contato com a central de atendimento e solicitar o bloqueio do cartão. O cliente pode solicitar o bloqueio e cancelamento também pelo internet bank, sempre tendo em mãos o número do cartão - que se encontra na fatura mensal ou no comprovante de venda - ou o número do CPF, para realizar o bloqueio, evitando despesas feitas por terceiros", explica Luiz Almeida, responsável por produtos da Credicard.

Ele avisa que os telefones para contato com a central de atendimento do cartão se encontram no guia de benefícios, recebido juntamente com o cartão ou impressos na fatura mensal que o cliente recebe. Os sites também disponibilizam todos os números da central de atendimento, que funcionam normalmente 24 horas por dia, sete dias por semana.

Depois disso, não precisa de maiores preocupações. "A partir da comunicação do ocorrido à central, o cartão fica imediatamente bloqueado e impossibilitado de fazer compras", garante Luiz. Ele ainda lembra que, caso o cliente tenha o seguro perda e roubo, estará protegido de possíveis compras realizadas indevidamente com o cartão. "Com o seguro, o cliente está protegido no período contratado anterior à comunicação do fato à central de atendimento", diz Luiz. Ou seja, o cliente não precisará se preocupar em arcar com os prejuízos de compras efetuadas sem o seu consentimento. Uma segunda via de cartão chega em, no máximo, 10 dias corridos, no caso da Credicard.

A maioria dos bancos já possui uma seção especialmente separada no site para explicar e esclarecer os clientes sobre como eles devem agir para que não saiam, futuramente, lesados. A Visa, por exemplo, traz algumas dicas de se segurança sobre como fazer para evitar transtornos e que o cartão seja utilizado por terceiros. E elas são válidas em qualquer bandeira. Tomando um pouquinho de cuidado, você pode evitar uma dor de cabeça enorme

Contato por telefone ou e-mail

A Visa deixa claro que, caso alguém entre em contato pelo telefone, afirmando ser da operadora, deve-se desconfiar. A rede não entra em contato com seus clientes por telefones ou e-mails. Portanto, nada de oferecer números pessoais ou do cartão de crédito.

Atenção ao usar o cartão

No manuseio, para pagar alguma conta, nunca o perca de vista na hora em que o atendente do estabelecimento for passá-lo no terminal.

Postos de venda de cartões

Alguns bancos ou administradoras de cartões montam postos de venda em locais públicos. Os interessados fornecem seus dados, posteriormente submetidos à análise. Se você foi uma das pessoas que abriu sua conta dessa forma, sempre se lembre de pedir um número de telefone para, futuramente, obter informações do andamento da solicitação.

Operações no Caixa Automático

Ao ir a caixas automáticos, algumas dicas que podem ser muito úteis na hora das operações:

  • Nunca anote sua senha - memorize-a!
  • Nunca diga a sua senha a ninguém pessoalmente, por telefone ou por e-mail.
  • Ao escolher sua senha, não opte por números e letras que possam ser facilmente identificados. Evite utilizar iniciais, números de telefone ou datas de nascimento.
  • Certifique-se de assinar o cartão logo que recebê-lo.
  • Faça uma relação de número de contas e números de telefone para comunicar cartões perdidos ou extraviados. Mantenha essa lista em um lugar seguro.
  • Certifique-se se recebeu de volta seu cartão após fazer a compra e verifique se é realmente o seu cartão.
  • Nunca forneça o número do seu cartão por telefone, a menos que você tenha realizado a chamada por iniciativa própria.
  • Sempre verifique o valor total da transação antes de assinar o comprovante.
  • Ninguém deverá ter acesso a seu cartão. Se um familiar pegar emprestado o seu cartão sem seu conhecimento, você é responsável pelas compras ou pelo dinheiro sacado.
  • Não deixe seu cartão em lugares de fácil acesso sem supervisão, como no porta-luvas do carro ou na gaveta do escritório.

  • Quando viajar para fora do país, leve com você os números de telefones gratuitos do centro de assistência.
  • Fonte: Visa

    Por Tissiane Vicentin (MBPress)

    Comente