Carros: por que são tão caros?

Uma das polêmicas envolvendo preço de automóveis foi o lançamento do Honda City brasileiro, fabricado em Sumaré, interior de São Paulo. No México, o preço sugerido foi o equivalente a R$ 25.800; enquanto, por aqui, o mesmo não saia por menos de R$ 56.210. Sem contar que o modelo mexicano tem alguns itens a mais: freios a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, airbag duplo, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos. Como isso?

Segundo especialistas, a carga tributária não é o principal fator, mas contribui bastante para a elevação dos preços. O lucro da montadoras também encarecem os carros. Um levantamento do banco Morgan Stanley apontou que carros de estrada custam em média 7% a mais para serem produzidos, porém, são vendidos por aproximadamente 15% a mais do que outros.

Ainda de acordo com a pesquisa do banco norte-americano, as montadoras brasileiras lucram até três vezes mais do que as demais montadoras ao redor do mundo.

Por Lívany Salles

Comente