Carros podem ficar mais caros

Sentra Captiva e novo Fiesta podem ficar mais caro

Foto: Reprodução

Um acordo automobilístico entre Brasil e México permitia a comercialização no Brasil de carros produzidos em território mexicano sem a aplicação de taxas de importação, o que refletia positivamente no bolso do consumidor.

Segundo avaliações do governo nacional, o acordo firmado em 2002 não é mais vantajoso para o Brasil, pois é um dos principais responsáveis pelo país estar importando mais do que exportando, o que gera prejuízo comercial. Só em 2011 as importações de carros do México tiveram alta de quase 40%, superando os US$ 2 bilhões. Como o brasil exportou apenas US$ 372 milhões, o deficit comercial ficou um pouco abaixo de US$ 1,7 bi.

Com a nova medida, ficará mais caro para montadoras como Fiat, Ford, General Motors, entre outras, importar o que for produzido no México. Desta forma, carros como Tiida Hatch, Tiida Sedã, Versa, March, Fiat Freemont, Captiva, Fusion, e novo Fiesta poderão ficar mais caros, pois os custos para a fabricação serão maiores!

Por Mariana Benjamim

Comente