Barulho excessivo gera 40% das multas em condomínios

Barulho gera 40 das multas em prédios

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Quem sempre morou em casa e decide se mudar para um apartamento não precisa somente se adaptar à redução do espaço. Algumas regras de convivência, como a do silêncio, por exemplo, é bem enérgica e pesa no bolso de quem cisma em não cumpri-la.

Segundo um levantamento feito pela empresa Lello Condomínios, atuante no setor de administração condominial em São Paulo, o barulho excessivo após as 22h motiva cerca de 40% das multas aplicadas aos moradores de prédios. O valor pode chegar a 10 vezes o valor do condomínio.

Portanto, um aviso para os amantes do futebol: nesta quarta-feira (04) tem a final da Taça Libertadores da América (Corinthians x Boca Juniors). E uma comemoração exaltada demais pode pesar e muito no bolso! Principalmente porque o jogo vai começar justamente na hora em que a lei do silêncio nos condomínios começa a vigorar.

A regra vale não somente para quem vai assistir ao jogo dentro de apartamento, mas também para quem pretende reunir os amigos no salão de festas do condomínio. Não se pode esquecer que no primeiro andar há moradores querendo dormir.


O levantamento revelou também que o estacionamento de veículos fora da vaga do condômino ou em espaço para visitantes, transtornos causados por cães e má conduta como jogar lixo pela janela, utilizar a vaga da garagem como depósito de móveis e outros objetos e usar o apartamento para fins não residenciais correspondem a 20% das multas.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente