Aula básica de economês

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Aula básica de economês

Juros, ações, taxa selic. Só de ouvir isso, algumas mulheres já se arrepiam. E não é para menos. Em um mundo até pouco tempo povoado apenas por homens, mulheres já se sentem à vontade para desbravar novas terras.

É o caso de Mara Luquet. Jornalista e escritora de vários livros sobre o assunto, ela entende que é importante todos acompanharem a economia. "Todos nós somos agentes econômicos e, por isso, precisamos acompanhar o que se passa na economia para fazermos nossas escolhas diárias", diz Mara.

A jornalista, autora dos livros "O Assunto é dinheiro", em parceria com o também jornalista Carlos Alberto Sardenberg, "Aposentada ficava sua avó", escrito junto com a colega de profissão, Andrea Assef, e "Tristezas não pagam dívidas", explica que ambos os sexos acabam não lendo matérias de economia por não ver ligação entre o tema e suas vidas.

"E há muitos jargões que acabam deixando os assuntos muito desinteressantes, porque, como em qualquer área do conhecimento, recorrer a jargões impede o bom entendimento do assunto", adiciona.

Para isso, o Vila Sucesso pediu a Mara Luquet que ajudasse nossas leitoras, falando mais sobre o tal do "economês", ou seja, termos usados quando o assunto é economia. A jornalista explicou, de forma simples, os mais comuns:

Selic: taxa de júros básica da economia - o custo do dinheiro;

Política monetária: é a política do governo sobre a quantia de dinheiro que vai escoar na economia. Assim, quando ele aperta, significa que ele puxa os juros e, quando afrouxa, o contrário acontece. É a forma de controlar a inflação;

Bolsa: lugar onde negociam as ações das empresas, mercado que negocia as ações das empresas;

Ações: "fatia" da empresa;

Ibovespa: principal índice da bolsa brasileira, que mede como estão os negócios. Serve de ponto de referência.

Além desses, que aparecem com mais frequência, há aqueles que parecem realmente complicados, mas de espantoso só o nome. Confira:

Asset allocation: diversificação - "não colocar todos os ovos na mesma cesta";

Trade off: cada escolha implica numa consequência - o outro lado da moeda;

Custo de oportunidade: do que você está abrindo mão quando faz uma escolha - "ou isto ou aquilo";

Spread: o ganho do banco quando você toma dinheiro emprestado.


Claro que esse é um pequeno glossário de "economês", que lhe possibilita a apenas começar a explorar esse mundo. Além disso, há muitas publicações - revistas, livros, podcasts, blogs - que a ajudarão a encarar esse monstrinho - ele não tem tantas cabeças quanto parece. Preparada?

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente